Mandirituba: Fernando Teixeira chama vereadores de situação de “paus mandados”

 Mandirituba: Fernando Teixeira chama vereadores de situação de “paus mandados”
Compartilhe

Da Redação

A sintonia entre vereadores de situação e oposição anda abalada no legislativo de Mandirituba. Fernando Teixeira, na semana passada, voltou a classificar os legisladores da situação de “paus mandados” do prefeito Luis Antonio Biscaia. “A população diz que este é o pior mandato e sou obrigado a concordar. Os projetos chegam aqui para votação já definidos se devem ou não ser aprovados. O prefeito pede e eles obedecem. Vereador tem que legislar pelo povo e não pelo prefeito. Fazendo isso, deixam de ser respeitados”, avalia Teixeira, em seu terceiro mandado.

Entre vários projetos que chegam para apreciação pelos vereadores, Fernando afirma que os de interesse do Executivo tramitam com o sim ou não do prefeito. “Tem vereador que fala que vota de um jeito e, dependendo do papo na prefeitura, muda de opinião aqui na Câmara. Lamento que continue tendo muito pau mandado do prefeito. Pessoas que servem para trabalhar pelo prefeito e não a serviço da sociedade”, afirmou ele em pronunciamento na sessão da semana passada. “É vergonhoso isso”, completa Fernando Teixeira. Entre os documentos rejeitados pela base de situação, Teixeira cita o Projeto de Lei nº 076/2023, de autoria do Poder Executivo Municipal, com súmula: “Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2024 e dá outras providências”. Foi apresentada emenda modificativa, de autoria de Fernando e Giumar Fernandes e Guilherme Palu Gelatti, modificando o artigo 26 (diminuição de despesas). A alteração sugerida foi reprovada pela maioria dos vereadores Alex Miguel dos Santos, Edina Osvaldo Rosa da Rocha, Gerson Jose Pallu, Marilia Segala Lourenço e Vilson Andersom Calaz. “E é desse jeito”, ironiza Teixeira.

Fernando defende um legislativo sério e que trabalhe pelo povo de Mandirituba. “Sei que todos, nesta casa, visitam localidades rurais e áreas na zona urbana. As demandas são enormes, pois o povo pede melhorias e tais pedidos chegam nesta Casa por meio de indicações, requerimentos e projetos. Aquilo que beneficia cada cidadão, seremos favoráveis sempre. Agora, existem projetos que demandam de discussões, especialmente quando se trata de orçamentos, que envolvem dinheiro público. Se for projeto legal, seremos sempre favoráveis, mas mesmo assim, cada um merece o devido tratamento. O que entristece é saber que muita coisa que merece uma atenção mais ampla, chega aqui na câmara já decidido lá na prefeitura, ou seja, os vereadores de situação votam conforme pede o prefeito. Infelizmente vem acontecendo isso desde o começo deste mandato. Mas, enfim, é uma situação lamentável”, desabafou Fernando Teixeira em seu pronunciamento.

oreporter

Related post