CidadesCuritibaDestaqueObrasÚltimas Notícias

Xô, Tranqueira!

Esta foi a definição do prefeito de Curitiba, Rafael Greca, ao anunciar a inauguração do Viaduto da Pompeia, no bairro Tatuquara, nesta sexta-feira (25)

Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, antecipou a agenda e inaugurou a alça de acesso do Viaduto da Pompeia, no bairro Tatuquara, nesta sexta-feira (26)

Por Léo Souza, com informações da Banda B

Para a alegria dos moradores dos bairros Tatuquara, Campo do Santana e Umbará, em Curitiba, e também dos municípios de Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Agudos do Sul, Campo do Tenente, Tijucas do Sul e Piên, chegou ao fim a novela do Viaduto da Pompeia. O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, inaugurou no início da tarde desta sexta-feira (25), o Viaduto da Vila Pompeia, que vai melhorar a mobilidade neste crítico trecho da rodovia Régis Bittencourt (BR-116), que interliga alguns municípios da Região Metropolitana à capital paranaense.

Em entrevista ao Jornal O Repórter, durante a 14ª Reunião da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), o prefeito Rafael Greca garantiu a entrega da obra à população nesta sexta-feira (25). “Este fim de mês marca a nossa grande alegria de dizer: xô, tranqueira! É hora de derrubar o sinaleiro que trancava o trânsito em direção a Mandirituba, de Fazenda Rio Grande, Balsa Nova, Lapa, Rio Negro… Agora nós vamos ter um viaduto com alças funcionando. Deu um imenso trabalho, mas ficou pronto”, confirmou Rafael Greca.

Viaduto da Pompeia, no Tatuquara, foi inaugurado no final da manhã desta sexta-feira, 25

O motivo que colaborou para o atraso da entrega da obra, segundo o vice-prefeito Eduardo Pimentel, foram as 49 famílias que moravam naquela região e que tiveram que ser realocadas para outros pontos da cidade. “Esse foi o nosso grande desafio. Demoramos um tempo no primeiro ano para conseguirmos realocar essas famílias. Mas com toda tranquilidade, fizemos isto em um tempo hábil”, concluiu o vice-prefeito.

Obra abandona – O Viaduto da Pompeia foi entregue em setembro de 2015 pela empresa AutopistaPlanalto Sul/Arteris, a concessionária responsável  pela Rodovia BR-116. No entanto, ainda faltavam as alças de acesso. Como não foi concluída pela gestão municipal anterior, foi retomada na gestão de Rafael Greca a partir de 26 de setembro de 2018. Sob a supervisão da Secretaria Municipal de Obras Públicas, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) foi a responsável pelo rpojeto para recuperar a mobilidade do tráfego na região sul de Curitiba. Depois de um ano de serviço, a obra foi concluída e entregue à população.

Para aliviar o trânsito, a rua Francisco Xavier de Oliveira que dá acesso ao Viaduto da Pompeia sofreu alargamento de nove metros, com duas pista

Prefeito Rafael Greca inaugurou a aalça de acesso do Viaduto da Vila Pompeia, no bairro Tatuquara

s para o tráfego e mais uma para o estacionamento de veículos. A via vai proporcionar a saída do bairro Tatuquara para a Rodovia Régis Bittencourt (BR-116). Já o acesso para o bairro Tatuquara é feito pela rua João Batista Bettega Júnior. Entre as duas vias existem outros binários acessórios para complementar o acesso às alças do viaduto.

Satisfeito por ter resgatado mais um compromisso da campanha eleitoral, na verdade a cocnlusão do Viaduto da Pompeia foi a primeira promessa, o prefeito Rafael Greca lembrou que Curitiba não vai sofrer mais a vergonha de ter o único viaduto sem alças no mundo. Segundo o gestor curitibano, ninguém ou seja os condutores vão esperar em um sinaleiro embaixo do viaduto para ir e vir à capital paranaense de Fazenda Rio Grande e outras cidades da RMC. “Dá até para fazer uma linha de ônibus partindo do Tatuquara para Buenos Aires (a bela capital da Argentina)”, brincou Rafael Greca.

Moradores de Fazenda Rio Grande que trabalham em Curitiba precisavam sair às 5h para figir ao congestionamento, que começa às 7h30, na BR-116. O final da lentidão, se não houver nenhum acidente de trânsito, ocorria às 10h. O recomeço  às 17h e finalização depois das 20h30. “É tenso este trecho da BR-116. Eu trabalho na PUC do (bairro) Prado Velho. Para chegar às 7h30 lá, tenho que sair às 5h30. Se passar deste horário, chego sempre atrasado”, contou João Farias, morador do bairro Santa Terezinha.

 

Para a alegria dos condutores de veículos, o congestionamento na BR-116  à altura do bairro Tatuquara deve acabar com a inauguração do Viaduto da Pompeia

Viaduto da Vila Pompéia

#XôTranqueira Acabo de abrir ao tráfego o Viaduto do Tatuquara – portal dessa populosa regional – viaduto que foi construído sem alças em 2015. Quatro anos depois, 70 famílias vulneráveis removidas pois suas casas ocupavam o leito das alças de acesso à BR 116, um total de 5 ruas requalificadas com traçado e #AsfaltoNovo. Acabam os sinaleiros. Vila Pompéia, Comunidade Rurbana, Campo de Santana, Caximba, Rio Bonito do Iguaçu, Moradias Santa Rita, Gleba da Ordem e Monteiro Lobato. 12 linhas de ônibus fluirão melhor. Não vamos mais atrapalhar quem vai de Curitiba para Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Areia Branca dos Assis, Campo do Tenente, Rio Negro e Piên. #PromessaCumprida Aos poucos, vamos desatando os nós que encontramos. Fizemos a Trincheira do Ceasa, abrimos o #ViadutoTranqueira, salvamos os financiamentos da #LinhaVerde. Estamos trabalhando para recomeçar as obras. #CuritibaMerece #AlegriaDeServir

Posted by Rafael Greca on Friday, October 25, 2019

Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Skip to content