DestaqueEconomiaFazenda Rio Grande

Supermercados de Fazenda terão que limitar número de clientes para as compras

Medida é evitar aglomerações no interior dos estabelecimentos por conta do coronavírus

Joalnir Zonta, presidente da APRAS no Paraná

Da Redação

Decreto do prefeito Márcio Wozniack, de Fazenda Rio Grande, restringe as atividades comerciais, podendo atender apenas serviços essenciais, como farmácias, supermercados, padarias, açougues e congêneres. Mas, diante do grande números nos supermercados, o Executivo decidiu evitar aglomerações e, consequentemente a falta de produtos nas prateleiras. Uma pesquisa mostra que 74% da população sabe das restrições e demonstra despreocupação com a situação. Já 24% conhece o problema e evita sair de casa e, ir ao mercado.

Uma equipe constatou que famílias vão aos mercados e tentam estocar mercadorias, pois saem do estabelecimentos com carrinhos cheios. “Não precisa comprar em grande quantidade, pois não haverá desabastecimento, disse o presidente da Associação Paranaense de Supermercados (Apras), Joanir Zonta. “Não há motivo para preocupação nesse momento porque os supermercados não estão desabastecidos”.

Em Fazenda Rio Grande, muitos mercados estão evitando aglomerações no interior dos estabelecimentos, mas nos bairros, o movimento é descontrolado, ou seja, tem um entra e sai de consumidores, sem nenhuma orientação. A partir da normativa do prefeito Márcio Wozniack, todos os estabelecimentos que vendem alimentos, terão que ter um controle rigoroso nas conpras

 

Continuar lendo

Artigos Relacionados