DestaqueEconomiaMandirituba

Sonho realizado: a ideia da construção de uma usina de leite para Mandirituba finalmente irá se concretizar

 

Mandirituba contará com uma usina de leite, para atender a cidade e toda a região. A iniciativa da prefeitura, com ajuda financeira de R$ 1,8 milhão, intermediado pelo deputado federal Luiz Nishimori, irá beneficiar diversas famílias, gerando empregos diretos e indiretos, além de fomentar o giro da economia local.

Na usina, será possível embalar de acordo com as normas técnicas e comercializar o leite que é produzido na região. A princípio, a ideia é vender para a merenda escolar e também para programas do governo, como o Leite das Crianças, gerando renda para a população.

Segundo o deputado, essa é uma alternativa para a agricultura familiar que precisa de incentivo e de ganhos mais garantidos. “O leite é um recebimento diário, não é uma safra que tem que esperar, como o milho, que é produzido somente em alguns meses. É o que o agricultor familiar precisa”, destaca Nishimori.

Ele lembra ainda que a usina vai beneficiar não só produtores de Mandirituba, mas também de várias cidades da região em que a criação de gado é comum. Com isso, serão gerados muitos empregos diretos e indiretos. E tudo, segundo ele, graças à parceria e à confiança que ele depositou na atual gestão.

Para o prefeito Luis Antonio, a usina representa ainda mais: “através dela, vamos atrair novos investidores e novas indústrias para o município. Podemos atrair de repente uma indústria de ração para o gado leiteiro, uma indústria de lacticínios, que vai poder industrializar esse leite e fazer iogurte etc. Essa é a grande xarada do negócio. Estou pensando lá na frente”, afirma.

“Nós vamos industrializar o município e através dessas indústrias que vai vir mais. Se o município não atrai uma, não vem ninguém. Nós temos que mostrar Mandirituba. Falei que o município ia ter voz e vez e estamos fazendo isso”, ressaltou o prefeito.

Segundo o secretário de obras, Astor Claudino, a construção da usina deve começar nos próximos 15 ou 20 dias, pois a verba já está nos caixas da prefeitura. A previsão de término está em torno de quatro meses. A obra total terá 3mil m², sendo 250 m² de área construída.

Como tudo começou – O sonho começou a ser realizado em 2013, quando os vereadores Fernando Teixeira e Zé Luiz foram a Brasília e pediram ao ex-deputado federal Odílio Balbinotti a quantia aproximada de R$ 2 milhões para a construção da usina. Segundo Fernando Teixeira, a cidade enfrentava a crise do frango, e o abatedouro instalado em Mandirituba tinha fechado as portas. Ele e o colega viram, no leite, uma saída para que os produtores continuassem no campo.

Apesar de ser uma verba considerável e de nem sequer conhecer o município, o deputado conseguiu enviar a emenda para cidade alguns meses depois. Mas como seria necessária a produção de 10 litros de leite por dia, o município precisou estender o serviço a outras cidades da região, o que colaborou para uma demora na resolução das questões burocráticas.

Anos se passaram até que o vereador percebeu que o dinheiro poderia ser perdido, por não estar sendo usado. O deputado eleito, Toninho Wandscheer, orientou, então, que a cidade adquirisse ao menos dois carros, para mostrar que o dinheiro estava sendo usado. Os veículos foram comprados em 2016 e, em breve, ajudarão na usina.

Mais recentemente, segundo Fernando Teixeira, o prefeito Luis Antonio pediu ao deputado Luiz Nishimori que averiguasse a situação da emenda. Ao perceberem que ela estava garantida, a gestão deu, então, andamento ao processo. “Mas é importante destacar que apesar de não ter conseguido nenhum voto em Mandirituba, foi Balbinotti quem comprou essa ideia e nos ajudou com a usina”, ressalta Teixeira.

 

Por: Dayanne Wozhiak

Fotos: Mateus Paixão

 

 

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content