Reféns são libertados na penitenciária de Ponta Grossa

Após 13 horas de negociações, reféns foram liberados (Divulgação)

Após mais de 13 horas de negociação, o grupo de intervenção do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) entrou na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG) e realizou a contenção dos presos e liberação dos reféns. Segundo informações da Polícia Militar, “por volta das 05h13, os presos causadores do evento crítico demonstraram estado de sonolência, situação identificada pelos três reféns, que se livraram das amarras e tentaram sair do local. O Grupo de Intervenção do BOPE realizou o adentramento fazendo a contenção dos presos e liberação dos reféns”, disse a nota encaminhada para a imprensa.

O local foi isolado pela equipe do Serviço de Operações Especiais (SOE) do Depen, agentes penitenciários de plantão com apoio de Policiais Militares do 1° Batalhão da Polícia Militar M e Bombeiros do 2° GB. Os reféns passaram por atendimento médico ainda no local.  Desde a tarde de ontem (8), quatro funcionários de uma empresa que possui uma fábrica de calçados na unidade penal estavam sendo feito reféns dos presos da penitenciária.

Veja também...