Profissionais que atuam no enfrentamento da Covid-19 receberão adicional

Irani Santos, secretária municipal de Saúde (Imagem da Assessoria)

Da Assessoria

Os 583 servidores públicos da saúde de Fazenda Rio Grande que estão atuando no enfrentamento da Covid-19 receberão, a partir desta folha de pagamento, 40% de insalubridade. Esse é o percentual máximo permitido para a insalubridade e é uma proposta do Governo Federal, que pode ser paga agora devido à redução do índice de folha de pagamento.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Irani Santos, o adicional vem como uma forma de valorização desse importante trabalho que vem sendo realizado nesse momento e também para suprir os gastos a mais que os servidores acabam tendo por estarem afastados de casa.

“Na maioria das vezes o profissional vem e não consegue sair do local de trabalho pra fazer uma refeição ou mesmo voltar para casa quando vão trocar de serviço, tudo por causa da contaminação. Então o gasto deles é muito maior. Eles acabam gastando mais com alimentação, com vestuário porque tem que trocar com mais frequência. Então esse adicional veio como uma ajuda muito grande pra eles, porque eles abandonaram os familiares e as suas residências para cuidar da população. Uma maneira de valorizar esse profissional que se dedica tanto”, afirma Irani.

Ela lembra que, desde que projetos começaram a tramitar no Governo Federal, a Prefeitura já buscava fazer esse pagamento. Devido à necessidade de redução do índice, porém, isso só foi possível agora. Segundo ela, o adicional é de 40% sobre o salário inicial dos profissionais e continuará sendo pago enquanto o Decreto Federal estiver vigente.

Veja também...