Presidente Guilherme Gelatti cobra reposição salarial para os servidores

Guilherme Gelatti, presidente da Câmara de Vereadores de Mandirituba (Da Assessoria)

Da Assessoria

O presidente da Câmara de Vereadores de Mandirituba, Guilherme Gelatti, enviará expediente ao Poder Executivo solicitando que seja encaminhado à Câmara Municipal um Projeto de Lei concedendo a reposição salarial do período de abril/2020 a março/2021 para os servidores municipais. Segundo Gelatti, a reposição já foi dada para os servidores do Poder Legislativo em 3,92%, no entanto os servidores da Prefeitura Municipal terão direito a 6,10%, pois trata-se de calendário diferente, respeitando-se a Lei Complementar Federal 173/2020, que determina que a correção inflacionária deverá ocorrer pelo menor índice, e que neste caso é o IPCA.

Guilherme acrescentou ainda que segundo o DIEESE, a pesquisa de cesta básica de alimentos, na região de Curitiba, apresentou um acréscimo superior a 14% nos preços comparados entre abril/2020 e abril/2021, e que o preço da gasolina sofreu um aumento superior a 40% nos últimos 12 meses, considerando que não é justo com os trabalhadores, deixar de conceder esta reposição salarial, que é direito deles. Ressaltou ainda que apesar de não cobrir a inflação no período, este valor ajudará no poder de compra dos trabalhadores. Gelatti, comentou ainda, que a reposição salarial deverá ser pago retroativo ao mês de abril, para que os servidores não tenham prejuízo, que está disposto a votar o Projeto de Lei em regime de urgência e, se for preciso, poderá convocar sessões extraordinárias, para apreciação e aprovação do Projeto o mais rápido possível.

Veja também...