DestaqueFazenda Rio GrandePolíciaÚltimas Notícias

Presa a mulher acusada de mandar matar o marido em Fazenda Rio Grande

Depois de três anos de investigação, a Polícia prendeu três suspeitos de envolvimento no crime do empresário Marcelo Tadeu Amorim, proprietário da Casa Changai

Ex-mulher é suspeita de mandar assassinar o empresário Marcelo Tadeu Amorim em 2016

Léo Souza, com informações da Banda B

Policiais da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam na manhã desta quarta-feira (9), três suspeitos de envolvimento na morte do empresário Marcelo Tadeu Amorim, de 42 anos. São eles a esposa da vítima, acusada de ser a mandante do crime; um intermediário, que teria ajudado na contratação de um atirador; e o responsável pelos disparos, que causaram a morte do empresário.

De acordo com a Polícia, o empresário foi assassinado em 2016, dentro da Casa Changai, um grande comércio de artigos de cama, mesa e banho. A loja de Marcelo Amorim fica situada na Rua Itália, no bairro Nações, em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba (PR). A empresária acusada foi presa quando chegava de carro na loja que é proprietária.

Em entrevista à rádio Banda B, a delegada Camila Cecconelo, da DHPP, explicou que a intenção da esposa da vítima seria ficar com todos os bens. Os valores pagos e cobrados pelos mandantes e acusados não serão repassados. “Ainda vamos ouvir os envolvidos para confrontar os depoimentos”, informou a delegada Camila.

De blusa verde, acusada de mandar matar o marido em Fazenda Rio Grande chega à DHPP
Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content