Ponto de Integração Borda do Campo é lançado oficialmente em São José dos Pinhais

Da Assessoria

Prefeita Nina Singer (centro) definindo detalhes do PIT (Da Assessoria)

Um marco no transporte coletivo de São José dos Pinhais. Podemos definir assim o lançamento oficial do Ponto de Integração (PIT) Borda do Campo, dentro do Lote 01 de operação, que aconteceu no Paço Municipal, na manhã desta segunda-feira (31). A implantação é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Urbanismo, Transportes e Trânsito (Semutt) e a Auto Viação São José. Com início das operações no próximo sábado (05), os moradores das linhas circulares, que estarão parando no PIT – Borda do Campo, poderão optar em utilizar os serviços oferecidos pela Sub-Prefeitura, comércio da região, serviços bancários, entre outros. Tal medida visa fortalecer o comércio da região, onde os moradores do seu entorno não precisarão se deslocar até o centro da cidade.

Com uma tarifa social de R$ 2,00 (dois reais) através do Cartão VEM, sendo o valor mais barato da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), o PIT – Borda do Campo oportunizará novas operações:

  • 147 – Borda do Campo/Nemari
  • 148 – Borda do Campo/Acioly
  • 149 – Borda do Campo/Curralinho
  • 150 – Terminal Afonso Pena/Borda do Campo
  • 151 – Borda do Campo/Libanópolis
  • 152 – Borda do Campo/Santa Tereza

Para uso do PIT – Borda do Campo, haverá também possibilidade de pagamento em dinheiro, no valor de R$ 5,00 (cinco reais). Para os moradores que optarem em realizar a integração com a linha 150 – TAP/Borda do Campo, pelo Cartão VEM, será cobrado uma diferença de tarifa no valor de R$ 2,05 (dois reais e cinco centavos). De acordo com a prefeita Nina Singer, o Ponto de Integração (PIT) Borda do Campo foi pensado para auxiliar o cidadão e fortalecer o bairro. “Eu vejo nesse modelo adotado uma forma de atender toda a população, ajudando principalmente aqueles que estão mais distantes. Além disso, vamos ainda fomentar o comércio local do bairro Borda do Campo, que hoje é um grande centro de serviços, empreendimentos e atividades. Essa é uma forma de proporcionarmos mais opções de horário e de linhas de ônibus por um preço acessível, que a população vai usufruir”, afirmou a prefeita. “Essa é mais uma ação da gestão em prol das pessoas. O transporte coletivo sempre deve ser readequado e repensado com o desenvolvimento da cidade” disse o vice-prefeito Professor Assis.

Com essa política tarifária social, haverá fortalecimento dos bairros Borda do Campo e Dom Rodrigo, além dos loteamentos Santa Thereza, Jardim Sonho, Jardim Dom Bosco, Jardim Santa Catarina, Vila Martinópolis, Nemari, Libanópolis e área rural do Curralinho, oferecendo uma maior oferta de viagens, redução no intervalo dos ônibus e racionalização dos itinerários das linhas locais, deixando o sistema mais atrativo aos usuários. Segundo o secretário de Urbanismo, Transportes e Trânsito, Lucas Pigatto, o PIT – Borda do Campo era uma solicitação da comunidade do bairro e que agora se torna realidade para beneficiá-los. “Através de um trabalho sério, com planejamento e dedicação, queremos fazer valer os direitos do usuário, que merece um transporte coletivo de qualidade”, comentou.

Entre outras melhorias estão o ganho ambiental expressivo, redução de emissões (um ônibus emite até oito vezes menos CO2 por passageiro transportado que um carro) e ganhos para a saúde e segurança viária, uma vez que o ônibus urbano é o modal mais seguro que existe no trânsito e que atende toda a camada da sociedade. Estiveram presentes na solenidade a prefeita Nina Singer, o vice-prefeito Professor Assis, o secretário de Governo, Thiago Bührer, o secretário de Urbanismo, Transportes e Trânsito, Lucas Pigatto, o chefe de gabinete e secretário de Comunicação, Andrei Gondro, o vereador José Possebon, o administrador da Auto Viação São José, Murilo Dal Negro, o coordenador de Administração Regional, Luis Paulo de Lima, o coordenador da Regional Borda do Campo, Eduardo Freyer Azevedo, a liderança da região e ex-vereadora, Mari Temperasso, além de servidores municipais e representantes da Auto Viação São José.

Veja também...