Polícia Civil deflagra operação contra grupo suspeito de manter falso site de vendas no Paraná

G1 Paraná

Sete mandados de busca e apreensão são cumpridos em três cidades do Paraná. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um grupo suspeito de vender eletrônicos pela internet, mas não que entregava os produtos, é alvo de uma operação da Polícia Civil nesta quinta-feira (10). Equipes buscam cumprir mandado de prisão e sete de busca e apreensão. A estimativa dos investigadores é a de que pelo menos 700 pessoas foram vítimas em diversos estados brasileiros. O prejuízo gerado pode ser milionário, segundo a polícia. O nome do site não foi divulgado.

Os mandados estão sendo cumpridos em Curitiba, Araucária e em São João do Ivaí. Além das buscas e da prisão, a polícia também informou que pediu o bloqueio de sete contas bancárias.

Como funcionava o crime?

As investigações apontam que o grupo mantinha um site de vendas de eletrônicos pela internet. Os clientes faziam as compras normalmente, mas não recebiam os produtos que compravam. Quando perceberam que tinham caído em golpe, as pessoas que compraram pela loja virtual entraram em contato com a empresa responsável pelo site. Essa empresa ressarciu as vítimas, mas ficou com o prejuízo provocado pelo grupo, que passou a ser investigado pela polícia.

Veja também...