BrasilDestaqueNotíciasPolíticaÚltimas Notícias

PF alerta ministros do STF sobre ameaças de grupo terrorista ligado a Massacre de Realengo

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, alertou os demais ministros para que reforcem sua segurança após descoberta da Polícia Federal de que integrantes da Unidade Realengo Marcelo do Valle trocavam mensagens sobre as rotinas dos ministros da corte.

O grupo tem no nome vínculo com o Massacre de Realengo por fazer referência ao ex-aluno que atacou uma escola na zona oeste do Rio em 2011 e matou doze estudantes, e a Marcelo Valle Silveira Mello, 34 anos, condenado pela Justiça Federal a 41 anos de prisão por terrorismo e outros crimes.

Segundo a organização não governamental Safernet, que atua na defesa dos direitos humanos na internet, o grupo “deve ser levado a sério”.

Segundo uma fonte da ONG, que pediu para não se identificar por conta de ameaças, são grupos que já deram demonstrações de sua violência e “se nutrem da visibilidade para criar pânico, clima de insegurança e ansiedade nas vítimas ameaçadas e na sociedade como um todo”. “Essa ameaça tem que ser levada a sério pelo histórico de massacres”, disse.

Continuar lendo

Artigos Relacionados