DestaqueEleiçõesFazenda Rio GrandePolíticaÚltimas Notícias

PP se fortalece para as eleições municipais em Fazenda Rio Grande

A princípio, serão escolhidos os nomes que vão concorrer à Câmara Municipal. Posteriormente, o PP vai definir os nomes para prefeito e vice

Presidente Municipal do PP, Marcelo Pelanda, e o presidente da Câmara, Julinho do Pesque (PP)

Por Léo Souza

O Partido Progressista (PP) de Fazenda Rio Grande realizou na tarde desta segunda-feira (11), a reunião de filiação que ocorreu na Ale Decorações, na avenida Brasil, no bairro Eucaliptos, cujo slogan era movimento de filiação 11/11, venha pro onze. Muitas pessoas compareceram e aderiram ao convite do presidente municipal do PP, Marcelo Pelanda.

Entre as mulheres que se filiaram está a masoterapeuta Loreni Aparecida Lopes. “A primeira intenção é lutar pelos interesses da população do município. O objetivo é correr atrás para resolver os problemas de muitos profissionais autônomos, que não têm meios de lutar pelos seus interesses”, justificou Loreni. Marcelo Pelanda lembrou que posição do PP em relação às mulheres não é apenas para preenchimento de cotas. “As mulheres têm a sua liderança natural, são mulheres atuantes dentro da sociedade fazendense. A gente fica feliz com os homens e as mulheres se voltando para a política, com mais ideias para cada categoria”, comparou.

Ausente da posse da nova diretoria do partido, por causa de sessão que ocorreu no horário, o presidente da Câmara Municipal de Fazenda Rio Grande, Julinho do Pesque (PP), prestigiou o encontro que recebeu a filiação de novos membros. Sobre o futuro político, Julinho aindanão definiu se concorrerá à reeleição como vereador, se vem como candidato a vice ou a prefeito no próximo pleito. “Essa pergunta eu respondo, como sempre eu respondi e vem dando certo: está nas mãos de Deus. Se Deus apontar que seja candidato à Executiva, à Câmara ou até mesmo não participar do pleito. Mas eu posso participar do movimento eleitoral, dos grupos políticos, fortalecer o debate e, principalmente, as ações progressistas no município, sempre pesando no bem da Fazenda Rio Grande”, esquivou-se Julinho.

Um detalhe que chamou a atenção foi a data enigmática de 11 de novembro, escolhida pela direção do partido para realizar o movimento de filiação. O presidente Marcelo Pelanda explicou que a data não tem nenhuma superstição, apesar de acontecer em todas as cidades do Paraná. “A nossa intenção é fazer com que as pessoas interajam dentro da política. Não apenas na parte externa que é o voto, mas saber de fato o que é a política, como está sendo realizada esta caminhada e a organização dos partidos para as eleições municipais”, esclareceu Marcelo Pelanda.

Reunião de filiação do Partido Progressista, com Julinho do Pesque, com futuro indefinido
Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close

Skip to content