ColunistasLingua de Trapo

O Feriado do dia 27 de Fevereiro em Fazenda Rio Grande e outros assuntos

Justo o deputado!
O Foca adorou o feriado de Fazenda Rio Grande. Foi até a Paróquia São Gabriel, confessou suas maldades, e aproveitou para comer um delicioso churrasco. O nosso querido deputado Chico Buhrer também esteve lá, um pouco atrás do Foca na fila do tradicional churras. Mas quando chegou a sua vez, ele acabou ficando sem a carne que havia sido preparada antes. Sorte que o pessoa da igreja assou outra de última hora!

Como assim?
Apesar de ser o super antenado, o Foca ficou perdido ao chegar na câmara de vereadores de Fazenda, nesta segunda, e não ver nenhuma movimentação por lá. Perguntou pra um amigo e foi avisado de que não teria sessão. Motivo? Recesso do feriado de terça. Mas se o feriado é na terça, porque recesso na segunda? O foca não entendeu nada!

O bafafá do feriado
Quem ficou no veneno com o feriado, foram os internautas. Em grupos do Facebook, muitos usuários reclamaram do fato dos funcionários públicos não trabalharem na data que é de aniversário de morte de São Gabriel, o padroeiro da cidade, segundo a igreja católica. Lojas, hospitais e os mais diversos setores abriram as portas, mas a prefeitura, não. Isso causou furor entre os internautas. “Feriado só dos funcionários públicos?”, questionaram. Outras pessoas reclamaram com relação à existência somente de feriados católicos, sendo que há outras religiões e crenças na cidade. Além disso, o estado é laico, ou seja, não deveria haver interferência da igreja nas decisões públicas. Complicado, hein?

Ou uma coisa, ou outra!
E como não teve sessão em Fazenda, o Foca procurou saber o que estava acontecendo por aqui. Uma das informações que recebeu, foi sobre o projeto do vereador Professor Marlon, que estabelece que vereadores não possam assumir secretarias na cidade, a menos que renunciem à cadeira na câmara. Mas não isso já não deveria ser obrigatório? Enfim, totalmente apoiado!

Aqui tem trabalho!
Na terça-feira, na sessão de Tijucas do Sul, tudo certo. Mas mais uma vez o foca ficou intrigado aguardando as badaladas do sino da igreja, que daria início à sessão. Som esse que não aconteceu, devido a uma queda de energia que durou 40 minutos pela região. Ainda assim, o prefeito Zé Antonio, prontamente, deu início à reunião, no gogó mesmo. Das 18h20 às 18h40, mais ou menos, a sessão seguiu sem luz, mas ainda com vontade dos vereadores e participação da comunidade. Se fosse em outros lugares, com 5min, os vereadores teriam cancelado, não é?

Que susto!
Por lá, o que também impressiona são os assuntos relevantes. Na última sessão, foi falado sobre os diversos problemas que a saúde está enfrentando, como os motoristas que se recusam a transportar pacientes já que os pneus dos carros estão carecas, o aparecimento de um caso de malária, problemas com morcegos e, agora, escorpiões. Quando o vereador Cláudio falou escorpião, o foca que estava morrendo de medo, foi chamado por um colega e chegou a pular pensando no bicho!

O papel do vereador
O vereador Claudio surpreende muito aos cidadãos que acompanham à sessão. Os mais desatentos até imaginam que ele seja vereador de oposição, quando na verdade é líder do prefeito. O que acontece é que Claudio apresenta boa parte dos problemas da cidade que são discutidos na câmara. O Foca parabeniza. Papel do vereador é esse mesmo.

E o portal que estava aqui?
Ainda em Tijucas, o vereador Claudemir lamentou que, nos últimos dez anos, excelentes projeto foram discutidos e aprovados, mas os resultados não aparecem. Isso, devido à má administração do executivo. Um exemplo é o portal de Tijucas. Tinha um portal na cidade, mas com obras da autopista, ele foi destruído. A promessa era e que a Autopista construiria outro, mas recentemente, os vereadores souberam que o prazo havia sido vencido e o portal não seria construído. Muito por falta de e projetos e cobranças da prefeitura. Os vereadores cogitam entrar com ação no Ministério Público.

Ninguém é criança
E presidente Zé Antonio deu um pito na secretária de saúde do município. Com as reclamações da população com relação à saúde na cidade, os edis convocaram a secretária a dar explicações na câmara. A mesma enviou oficio, dizendo que não poderia estar naquele dia na sessão, mas antes de começar a reunião, lá estava ela, junto a outros secretários e pronta para se apresentar. Zé Antonio não gostou e lhe disse: “não somos crianças! Trabalhamos de forma séria e organizada. A senhora está convocada a vir na próxima sessão!”. Mas eita!

Problema de comunicação?
Sobre Mandirituba, devemos lembrar que, na penúltima semana, o vereador Bernardo Palu entregou a liderança do executivo, agradecendo a oportunidade e tudo mais. O Foca levantou, nos últimos dias, que a possibilidade é de que o novo líder seja o Tadeu do Queimados. Ué, mas não é o Tadeu o que mais critica o prefeito?

Sem cadeira, mas com trabalho
Quem faz um bom trabalho pela região é o ex-vereador Marcio Jandrey. O Foca tem acompanhado a luta dele em levar recursos para Piên, Agudos do Sul, Mandirituba… e mesmo sem ter um cargo na câmara. Inclusive, é importante lembrar que, no final de seu mandato, ele doou todo o salário para a comunidade de Agudos do Sul. Tá aí uma pessoa que fez e continua fazendo!

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close

Skip to content