Lingua de Trapo

Língua de Trapo 478

As fofocas da política regional

Da Redação

O vereador de Fazenda Rio Grande, vereador Policial Batista, apresentou anteprojeto de lei, que indica a criação do programa Acolha um Amigo. Este amigo, nada mais é, que os cão abandonado do município. A iniciativa é muito boa, pois são centenas de animais abandonados pela área central e bairros da cidade. Anteprojeto é uma sugestão para que o Executivo crie a lei, visando a criação do programa. Boa Batista!

 

É comum, no legislativo fazendense, a apresentação de requerimentos, apresentados por dois ou três vereadores. Na hora da discussão, os dois ou três edis, pedem a palavra e explicam detalhadamente o que pedem no documento. Claro, é dever de cada um explanar, mas cada um explicar, praticamente, com as mesmas palavras, o requerimento, é “pracabá”. Que combinem. Na hora da explicação, que apenas um comente, etc e tal.

 

Comerciantes do município de Fazenda Rio Grande, mantiveram contatos com vereadores do município, pedindo a interferência, junto ao Poder Executivo, pedindo mudanças no decreto que define regras para o funcionamento de comércios não essenciais. Lojistas pedem a dilação do horário de funcionamento, de segunda a sexta e, abertura aos sábados. Prometem atender, conforme o protocolo da saúde, que exige distanciamento entre clientes e, oferecimento na entrada de álcool gel. O documento foi aprovado por unanimidade. Mas, decreto emitido pelo prefeito Márcio, na terça-feira última, permite o comércio de segunda a sexta entre 10 e 18 horas. Sábados e domingos não!

 

Perguntar não ofende. No decreto 5331, de 3 de agosto, proíbe concentração de pessoas em praças e logradouros públicos. Mas, a Praça Brasil, no centro de Fazenda, vive cheia de pessoas. Cadê a fiscalização?

 

Comunicadores e comentaristas de rádios, pré-candidatos a vereador ou prefeito, devem se afastar das funções neste dia 10. Dia 11, seus nomes sequer podem ser citados. Policiais, professores e médicos, também devem se afastar das funções, porém no dia 14. Determinação é do Supremo Tribunal Federal.

 

Pré-candidatos, com canais nas redes sociais, podem apresentar programas normalmente, sem sofrer punições de parte do Supremo. Rede social não é concessão do governo e, dessa forma, pretensos pré-candidatos podem sim, se comunicar pelas “lives”. A informação é do Dr. Milton Tomba, especialista em políticas públicas.

 

Vereadores de Mandirituba, Piên e Agudos do Sul, devem se unir e buscar sinalização adequada e acostamento para a rodovia PR-419, diante do número frequente de acidentes, muitos com vítimas fatais. Na noite da última segunda-feira, um motorista de Piên, transportando uma pessoa que ganhou alta no hospital do Rocio, em Campo Largo, no retorno para casa, se envolveram em acidente e, foram a óbito.

 

Diante de tantos acidentes, a intenção é unir esforços e sensibilizar o Departamento de Estradas de Rodagens, a promover segurança para motoristas e pedestres em trânsito pela perigosa rodovia. A intenção é excelente e a Rede O Repórter, através de suas mídias, promete apoiar a iniciativa.

 

E o ex-prefeito Gilberto Dranka, de Piên, pode disputar a eleição, apesar de ser acusado mandante de crime que vitimou o prefeito eleito, Loir Dranka, em dezembro de 2016. De acordo com o especialista em direito eleitoral, Milton Tomba, Dranka é acusado e não tem condenação. Diante disso, pode disputar o pleito. Claro, que o julgamento será do eleitor!

 

E as contas do ex-prefeito Chico Santos, pelas informações de cocheira, chegam para apreciação dos vereadores fazendenses na próxima segunda-feira, dia 10. No meio desta semana, o Tribunal de Contas acatou pedido de Santos, pedindo a rescisão proposta anteriormente pelo gestor. Dessa forma, Chico está com sinal verde para disputar o pleito de 15 de novembro.

 

A pergunta que se faz é que, se o Tribunal de Contas aprovou com ressalvas e sem multa as contas de Chico, os vereadores que querem ver o ex-prefeito fora da disputa pela prefeitura, votarão contra o parecer. O Foca não acredita nesta possibilidade, pois quem votar contra, mostrará que tem certa preocupação com o crescimento do ex-prefeito no conceito da opinião pública. Esperar pra ver!

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar