DestaquePolíciaTrânsitoVideos

Imprudência ao volante e morte no trânsito em Almirante Tamandaré

Após perder o controle da direção, condutor de um automóvel Gol capotou várias vezes, caiu no barranco e só parou sobre a armação de concreto de uma casa em construção na Grande Curitiba

Gol branco desceu em alta velocidade, capotou e só parou sobre a construção de uma casa

POR LÉO SOUZA

Um homem, não identificado, morreu na manhã deste sábado (14), após o capotamento do automóvel Gol, de cor branca, que ele dirigia na rua Altevir, no Parque São Jorge, no município de Almirante Tamandaré, Região Metropolitana (RMC). Algumas pessoas, que se divertiam em bar próximo ao local, assistiram a toda a cena do acidente. Elas contaram às autoridades que o Gol branco desceu em alta velocidade e o condutor perdeu o controle do veículo, capotando algumas vezes antes de parar sobre a estrutura de concreto de uma casa em construção.

Segundo as autoridades, o motorista morreu na hora e uma senhora, identificada como esposa da vítima fatal, que viajava no banco ao lado do condutor, ficou gravemente ferida. Ela foi encaminhada pela ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), em estado grave, para o hospital. A mulher foi socorrida com vida, porém em estágio do código 3, que é lesão grave. Graças à intervenção médica, a vítima foi socorrida e conduzida ao hospital mais próximo.

O proprietário do imóvel em construção é o senhor Flávio dos Santos Lima, que se assustou com o forte barulho com a queda do veículo. “Eu ouvi o barulho e fui correndo para descobrir a causa. Cheguei em frente a casa e vi o carro que estava preso na construção. O carro caiu de cima da ladeira, por que passou acelerado. Os vizinhos se assustaram e ligaram logo para para o Corpo de Bombeiros”, relatou Flávio. Por causa da dificuldade encontrada para a retirada do corpo do homem que ficou preso às ferragens do veículo, foram acionadas as equipes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.

Responsável pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, o Tenente Lucas Henrique Gross, do 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros, deu alguns detalhes à imprensa sobre o acidente. “O desnível entre as ruas é grande, variando de 2,5 a 3 metros de desnível. Ele caiu sobre uma casa em construção. Nossa equipe executou o trabalho técnico, com uma mecânica mais eficiente (corte das ferragens) para retirar o corpo do motorista que estava em óbito”, declarou o Tenente Gross.

Com informações de Marcio Camargo

Veja também!

Acidente de trânsito mata uma pessoa e deixa duas feridas em Rio Branco do Sul

Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content