DestaqueFazenda Rio GrandePolíciaVideos

Homem é executado por sair com mulher casada

O crime seria passional e a vítima foi morta próxima a casa da mãe dele, na rua Maguari, no bairro Gralha Azul

Corpo de Marcelo Barroso, o Bee, estendido no chão, após receber dez disparos

Por Léo Souza

Uma traição seria a causa da morte de Marcelo Barros, 38 anos, conhecido pelo apelido de Bee, assassinado no final da tarde deste domingo (29), na avenida Albatroz, esquina com a rua Maguari, no bairro Gralha Azul, em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Por volta das 17h, Marcelo Barroso estava na calçada da avenida Albatroz, junto com a esposa e a filha pequena, próximo à residência da mãe dele, que reside na rua Maguari, na companhia de familiares e parentes.

Segundo a testemunha (irmã da vítima, não identificada), Marcelo estava acompanhado de dez familiares, a mãe, irmãos e parentes sentados na rua Albatroz, em frente ao número 548. Um veículo Honda/FIT, de cor branca, com dois homens, sendo um encapuzado e outro ao volante do automóvel, estacionou na via próximo às pessoas.

O homem encapuzado vestindo calça Jeans e de moletom preto, gordo e baixo, se identificou como policial, e pediu para Marcelo e todas as pessoas se deitarem no chão. Em seguida, sacou duas pistolas da cintura (calibre 9 milímetros) e antes de efetuar os disparos falou para a vítima: “Isso é uma lição por sair com mulher casada.”

Veja aqui a reportagem em vídeo desta matéria 

Ainda de acordo com as informações das autoridades policiais, teriam sido disparados dez tiros na área do crânio da vítima. Por causa da intensidade dos disparos, a arcada dentária de Marcelo ficou comprometida. Após a execução, os dois homens fugiram no Honda/FIT branco, no sentido da Rodovia BR-116.

O crime chamou a atenção da população, que se aglomerou na esquina da avenida Albatroz com a rua Maguari. Uma viatura da 4ª Cia, vinculada ao comando do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM) esteve no local. Para evitar que a cena do crime fosse alterada, os policiais militares isolaram a área com uma fita amarela preta até a chegada da viatura do Instituto Médico Legal (IML). O inquérito será instaurado pela Delegacia de Polícia Civil de Fazenda Rio Grande.

Polícia Militar isolou a área para evitar alteração na cena do crime

Leia também notícias relacionadas!

Homem é assassinado em quarto de aluguel

Prisão preventiva não foi decretada e pai pede celeridade à justiça

Diarista é morta a facadas no bairro Estados

Polícia Militar salva ladrão de linchamento no centro da cidade

Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content