Homem é condenado a mais de 29 anos de prisão por matar ex-esposa com golpes de barra de ferro em São Mateus do Sul

Elza Ribeiro, de 22 anos, foi morta em maio de 2019 — Foto: Reprodução/RPC

G1 Paraná

Foi condenado a 29 anos e quatro meses de prisão Alisson Ferraz Barbosa por matar a ex-esposa com golpes de barra de ferro e, depois, passar com o carro por cima dela, em São Mateus do Sul, na região sul do Paraná. A sentença foi lida pela juiz na madrugada desta sexta (26). O julgamento começou ainda na manhã de terça (25) depois de ter sido remarcado por seis vezes. Alisson foi considerado culpado por feminicídio com as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que impossibilitou defesa da vítima. A pena também teve elevação por desrespeito à medida protetiva que a vítima tinha contra ele.

O crime

Elza Ribeiro, à época com 22 anos, foi morta com golpes de barra de ferro em 5 de maio de 2019. Em depoimento à polícia, quando foi preso, Alisson Ferraz Barbosa confessou ter matado a ex-companheira. Os dois foram casados por cerca de sete anos e se separaram oito meses antes do crime. Segundo a polícia, Elza tinha medidas protetivas em aberto contra o réu. Ele disse à polícia que foi até a casa de Elza com a intenção de matar a vítima. No depoimento, Alisson disse ter matado ela porque “estava com raiva”.

Na época da prisão, a polícia informou que o homem confessou que derrubou Elza, bateu com a barra três vezes na cabeça dela e passou com o carro duas vezes por cima da vítima. Elza foi levada com vida ao Pronto Socorro Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A PM encontrou o suspeito dentro de um carro, próximo à casa dos pais dele. O homem foi levado para a Delegacia de São Mateus do Sul. Alisson está preso desde então.

Veja também...