Agenda CulturalGeralGeral

Grupo Malasartes leva a cultura do brinquedo artesanal para várias cidades paranaenses

O projeto itinerante “Caixa de Brinquedos – A Expressão Lúdica Popular”, do grupo curitibano Malasartes, levará a partir de setembro a cultura do brinquedo artesanal por meio de 80 apresentações lúdicas que serão realizadas em 08 cidades paranaenses, de várias regiões do Estado, que raramente recebem atrações culturais.

A montagem conta com a participação dos atores-brincantes Rafael Barreiros e Milene Lopes Dias, que apresentarão de maneira cativante e interativa a história, a beleza e a cultura própria destes brinquedos que são a expressão viva de nossa cultura popular. Pião, mané-gostoso, escada-de-jacó, bilboquê, avião de lata, corrupio são alguns dos brinquedos que serão vivenciados pelo público.

As apresentações serão distribuídas gratuitamente em escolas públicas dos municípios de Bocaiúva do Sul, Cerro Azul, Pinhão, Laranjeiras do Sul, Santa Maria do Oeste, Pitanga, Wenceslau Braz e Ibaiti. A primeira cidade a receber o projeto nos dias 26 e 27 de setembro de 2019 será Bocaiúva do Sul.

Atores-brincantes Milene Lopes Dias e Rafael Barreiros do projeto Caixa de Brinquedo. Foto/ Divulgação.

 

Do pião ao avião de lata: o resgate da criação e da vivência das engenhosas obras brincantes presentes na nossa cultura popular

 Os brinquedos artesanais são encontrados nas mais diversas regiões e produzidos com um reaproveitamento rico e variado de materiais. Essa é uma tradição popular que está caminhando para um desaparecimento gradativo. Com a produção em escala industrial de brinquedos que atendem desejos mais comerciais, o brinquedo artesanal acaba sendo discriminado e levado ao esquecimento. O projeto “Caixa de Brinquedos” vem resgatar essa legítima expressão da arte popular com toda a sua diversidade, forma e movimentos, resultado de um dedicado trabalho manual capaz de criar e reconectar as engenhosas obras brincantes ao público infantil.

“Queremos promover o contato das crianças com esta tradição que lhes é ancestral e que lhes pertence por herança, já que o brinquedo artesanal tem profunda ligação com questões de identidade, tanto do indivíduo quanto do grupo social. Além disso, esse brinquedo pode instigar no adulto o florescimento de memórias de infância, tornando-se o centro de momentos de comunhão, de brincadeiras entre filhos, pais e avós”, relata o diretor artístico Luis Teixeira.

 

O projeto “Caixa de Brinquedos – A Expressão Lúdica Popular” é realizado pela Malasartes – Educação Sensível com o incentivo do Governo do Estado do Paraná por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná) e apoio da COPEL.

Grupo Malasartes

O Grupo Malasartes é um coletivo de intervenção artística dedicado à criação de oficinas e apresentações itinerantes para crianças e jovens, com foco na difusão da cultura popular e de histórias da tradição oral. Criado em 1995, esse núcleo realiza há mais de 24 anos trabalhos de interação sensível em espaços comunitários (escolas, hospitais, bibliotecas etc.), e traz em sua trajetória cerca de 30 projetos culturais realizados, usando uma combinação de três eixos de pesquisa e atuação: a Oralidade, a Ludicidade e a Gestualidade.

 Para maiores informações, você pode acessar a Fanpage do Projeto “Caixa de Brinquedos – A Expressão Lúdica Popular” neste link.

https://www.facebook.com/Caixa-de-Brinquedos-A-Expressão-Lúdica-Popular-108430497211895/

 FICHA TÉCNICA

 Atores Brincantes: Rafael Barreiros e Milene Lopes Dias

Direção Artística e Produção: Luis Teixeira

Coordenação Pedagógica: Adriane Havro

Design Gráfico: Adriana Alegria

Ilustração: Heliana Grudzien

Assessoria/ Mídia Sociais: Kika Marquardt

 

Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content