CuritibaDestaqueEntretenimentoEsportesSérie AÚltimas Notícias

Furacão destrói São Paulo em cima da hora

A vitória Athleticana coloca o time Rubro-Negro no G6 da Série A e deixa técnico Fernando Diniz, do São Paulo, na corda bamba

Marcelo Cirino marcou nos instantes finais e garantiu três pontos ao Campeão da Copa do Brasil 2019

Por Léo Souza

O Athletico Paranaense (PR) marcou no apagar das luzes do jogo e finalizou o São Paulo (SP), pelo placar de 1 a 0, na tarde deste domingo (10), em pleno estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, na capital paulista. O gol da vitória do Furacão das Américas foi assinalado pelo atacante Marcelo Cirino, aos 45 minutos do segundo tempo.

Com três pontos creditados na tabela de classificação, o Athletico Paranaense retornou ao G6, com 50 pontos, na sexta posição. O São Paulo, do ameaçado treinador Fernando Diniz, é o quinto colocado, com 52 pontos.

A jogada do gol do campeão da Copa do Brasil começou pelo lado esquerdo do ataque, com Vitinho. Mesmo dentro da área adversária, pois estava sem ângulo para finalizar, o avançado recuou para a entrada da área, onde estava Marcelo Cirino. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) escorregou. O artilheiro se livrou da marcação São-paulina, ajeitou a bola para lado direito e disparou de pé direito. O goleiro Tiago Volpi foi na bola, mas foi surpreendido com o “montinho artilheiro”, caiu atrasado e a bola passou: Furacão 1 a 0.

Na próxima rodada, a 33ª, o Furacão recebe o Botafogo (RJ), domingo (17), às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Atacante Marcelo Cirino corre para comemorar o gol, acompanhado pelo volante e capitão Welington

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO (SP) 0 X 1 ATHLETICO (PR)

Competição: Campeonato Brasileiro – Série A – 32ª rodada

Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi) – São Paulo-SP

Data: 10.11.2019 – Domingo

Horário: 16h

Gol da partida: (Athletico 1 a 0, Marcelo Cirino, aos 45’ do 2º tempo)

Renda: R$ 397.902, 00

Público: 13.795 pagantes

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ). Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ)

Cartões amarelos: Reinaldo e Antony (São Paulo); e Camacho e Wellington (Athletico)

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Gabriel Sara), Tchê Tchê e Igor Gomes (Hernanes); Antony, Pablo (Raniel) e Vitor Bueno

Técnico: Fernando Diniz

ATHLETICO

Santos; Madson, Thiago Heleno, Robson Bambu e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erick) e Bruno Nazário (Lucho González); Nikão, Marcelo Cirino e Rony (Vitinho)

Técnico: Eduardo Barros

JOGOS ENCERRADOS – 32ª RODADA

SÃO PAULO (SP) 0 X 1 ATHLETICO PARANAENSE (PR)

GOIÁS (GO) 0 X 3 SANTOS (SP)

PALMEIRAS (SP) 1 X 1 CORINTHIANS (SP)

INTERNACIONAL (RS) 2 X 1 FLUMINENSE (RJ)

CRUZEIRO (MG) 0 X 0 ATLÉTICO (MG)

FLAMENGO (RJ) 3 X 1 BAHIA (BA)

CSA (AL) 0 X 3 VASCO DA GAMA (RJ)

CHAPECOENSE (SC) 0 X 1 GRÊMIO (RS)

FORTALEZA (CE) 1 X 0 CEARÁ (CE)

Segunda-feira, 11, às 20h, no Estádio Engenhão, Rio de Janeiro

BOTAFOGO (RJ) X AVAÍ (SC)

CLASSIFICAÇÃO APÓS 32ª RODADA

Imagens: Site Oficial do Clube Athletico Paranaense

Tags
Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content