DestaqueEconomiaParaná

Economia paranaense cresce em relação a 2016 – estado é um dos únicos a apresentar avanço

Economia paranaense apresenta crescimento em relação ao mesmo período do ano passado, é o que confirma pesquisa realizada pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes). Dados da mesma pesquisa mostram que o primeiro semestre de 2017 fechou com PIB de quase R$ 235 bi, um crescimento de 1,6% na economia em relação a 2016.

As informações divulgadas na Agência Estadual de Notícias (AEN-PR) mostram que o Paraná parece ter saído da recessão, já que são dois trimestres seguidos no azul, após oito de queda. O crescimento foi de 2,5% no primeiro trimestre e 0,1% no segundo período.

Mas as comemorações são raras. O país ainda enfrenta duras oscilações, com índices nulos. O estado de São Paulo, por exemplo, que é a maior economia brasileira, marcou recessão de 1,25 no PIB desse primeiro trimestre. No Paraná, os bons índices se devem ao crescimento da agropecuária, que acabou deixando o estado acima da média da economia brasileira.

Já segundo o banco Santander, o crescimento paranaense gira em torno dos 1,7% no que se refere à economia. Foram R$ 401,8 bi acumulados em 12 meses, o que corresponde a 6,2% do PIB nacional. Somente na agropecuária essa porcentagem equivale a 12,2% de participação; 7,2% na indústria e 5,5% na prestação de serviços.

Dados – No Paraná, destaque para a produção de soja, milho, fumo e feijão, que puxaram o crescimento de 13,6% na agropecuária no primeiro semestre. A indústria cresceu 1,3%, influenciada pelos setores de máquinas e equipamentos, veículos automotores e autopeças. O setor de serviços registrou variação negativa de 0,8%, em função da retração de atividades financeiras e serviços de informática e comunicação.

A alta de 0,1% registrada no PIB do Paraná no segundo trimestre, em relação ao mesmo período de 2016, foi, nesta comparação, mais tímida que o nacional, que foi de 0,3%, em função, principalmente, da queda na geração de energia elétrica devido à escassez de chuvas no Estado.

A agropecuária cresceu 11,4%, a indústria 0,1% e os serviços tiveram queda de 1,5%. O bom desempenho da economia no primeiro semestre deve contribuir para que o Estado feche o ano com crescimento do PIB. A projeção do Ipardes é de um avanço de 1,5% no PIB paranaense neste ano.

Fonte: AEN-PR

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Skip to content