CuritibaDestaquePolítica

ALEP mantém sessões plenárias, mas sem público

Se a pandemia continuar, as sessões poderão ser canceladas oportunamente

Público está proibido de acompanhar sessões no plenário

A Assembleia Legislativa decidiu manter as votações no plenário apesar do coronavírus. Anunciou novas medidas de combate à pandemia. Entre elas está a proibição da entrada de público externo e a redução do número de servidores cumprindo expediente presencial. Vários deputados defenderam a suspensão dos trabalhos para evitar o risco de proliferação da doença.

O presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), que tinha descartado a paralisação do Legislativo, afirmou que a decisão de mantê-los vale até a próxima terça-feira. A postura poderá mudar se houver nova orientação das autoridades de saúde. “Se tiver que tomar uma decisão mais drástica de fechar as atividades parlamentares tomaremos, mas vamos aguardar semana que vem”, disse Traiano. Na administração da Casa e também nas comissões permanentes a determinação é por reduzir no mínimo 50% o número de servidores presentes no Legislativo.

Segundo o primeiro-secretário da Casa, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), não é o momento de fechamento total do Legislativo, pois, segundo ele, poderá haver a necessidade de serem votadas alterações no orçamento do Estado para que sejam implantadas medidas de contenção ao coronavírus.

Continuar lendo

Artigos Relacionados