Itaipu incentiva renovação das frotas dos municípios com veículos elétricos

 Itaipu incentiva renovação das frotas dos municípios com veículos elétricos
Compartilhe

A empresa vai financiar a compra de 42 kits contendo veículo elétrico e eletroposto, com investimento de R$ 8,9 milhões. Ação faz parte do programa Itaipu Mais que Energia

A Itaipu Binacional vai financiar a compra de 42 veículos elétricos e o mesmo número de postos de abastecimento (chamados eletropostos) para prefeituras das regiões Noroeste e Sudoeste do Paraná. O objetivo é estimular a renovação das frotas municipais por veículos mais sustentáveis, contribuindo com a redução das emissões de carbono e o alcance das metas da Agenda 2030, das Nações Unidas. O valor do investimento será de R$ 8,9 milhões.

A iniciativa faz parte das ações do programa Itaipu Mais que Energia e está prevista nos convênios assinados nesta semana e na semana passada com quatro consórcios de municípios paranaenses: Consórcio Público Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Região Fronteira do Sudoeste (Cifra); Consórcio Intermunicipal da APA Federal do Noroeste (Comafen); Consórcio Intermunicipal para Conservação da Biodiversidade da Bacia dos Rios Xambrê e Piquiri (Cibax); e Consórcio Intermunicipal Para Conservação do Remanescente do Rio Paraná e Áreas de Influência (Coripa).

O gerente da Divisão de Apoio Operacional da Itaipu, João Paulo Bueno do Prado, disse que os consórcios deverão licitar a aquisição dos veículos, conforme o interesse dos municípios. Todas as especificações técnicas já foram repassadas pela Binacional – os postos de recarga, por exemplo, deverão permitir o abastecimento em alta e média velocidade. “Basta adequar as informações e publicar o edital de licitação. Quem oferecer o melhor custo-benefício leva o lote. A nossa expectativa é que os veículos elétricos estejam rodando no primeiro trimestre de 2025.”

Segundo ele, a renovação da frota das prefeituras por veículos elétricos poderá contribuir para o surgimento de novos negócios no interior do Estado, baseados na economia de baixo carbono. Ele menciona a instalação de concessionárias, hoje concentradas nas grandes cidades, e a construção de uma infraestrutura de abastecimento entre os municípios, que permitirá viagens com veículos 100% elétricos.

Prado lembrou ainda que a Itaipu foi pioneira no País em pesquisas e desenvolvimento de soluções em mobilidade elétrica. “Hoje, o veículo elétrico é uma realidade acessível ao consumidor, mas Itaipu já estava preocupada com isso lá atrás (anos 2000). A empresa contribuiu com a forma como as pessoas enxergam a tecnologia”, concluiu.

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 3 bilhões de MWh. Em 2023, foi responsável por cerca de 10% do suprimento de eletricidade do Brasil e 88% do Paraguai.

oreporter

Related post

Enviar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Isso vai fechar em 5 segundos