Comunidades terão linhas alternativas ligando ao Centro de Piên

 Comunidades terão linhas alternativas ligando ao Centro de Piên
Compartilhe

Da assessoria

Atendendo à solicitação feita pela Prefeitura de Piên, a empresa Lancatur, detentora da permissão de exploração do Transporte Coletivo de Passageiros em Piên, irá implantar a partir da próxima semana duas linhas alternativas para atender a região leste do município, uma demanda antiga, que vinha sendo solicitada pelas comunidades desta área.

A rota, organizada pela empresa em caráter de teste, acontecerá dois dias por semana, sendo nas terças e sextas-feiras, saindo da rodoviária do Centro às 9h da manhã passando pela localidade de Boa Vista às 9h08 e seguindo pela rodovia PR 281 até a localidade de Fragosos / Paranazinho, chegando às 9h20, em frente a Unidade Básica de Saúde do bairro.

Na sequência, o ônibus retorna ao bairro de Trigolândia passando em frente ao Colégio Alfredo às 9h25, seguindo assim a Avenida Paraná até o bairro de Ponte Alta às 9h30. Dando sequência, o veículo seguirá ao bairro de Campina dos Crespins passando em frente a Escola Santa Izabel às 9h35 e assim, se dirigindo ao Centro da cidade com previsão de chegada às 9h45 no Terminal Rodoviário Pedro Mielke. Está linha, segundo a empresa, irá operar em formato “ligeirinho”, onde o passageiro sinaliza e o ônibus para, da mesma forma para descer do mesmo.  

O mesmo itinerário será repetido às 15h30, saindo do terminal do Centro. O valor das passagens será de R$6,00. “Acreditamos que esse transporte ajudará em vários fatores, primeiro para dar oportunidade de locomoção às famílias, principalmente para as pessoas mais carentes, depois incentivará que os serviços e o comércio da cidade possam ser prestigiados ainda mais, haja visto, que o comércio de Santa Catarina tem pinçado muitos clientes de Piên e pensando em fortalecimento da economia local, isso não é favorável. Agradeço a empresa por este esforço e contamos com as comunidades para prestigiar este modal”, disse o prefeito Maicon Grosskopf.

oreporter

Related post

Enviar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *