A chegada da LG em Fazenda Rio Grande

 A chegada da LG em Fazenda Rio Grande
Spread the love

Por: Dayanne Wozhiak

A cidade que mais cresce no Paraná anunciou, na última semana, mais uma boa notícia para toda a população: a instalação de mais uma multinacional que vai empregar diversos moradores. A empresa em questão é a LG e as obras são esperadas para começar, em Fazenda Rio Grande, já na metade deste ano.

Na última sexta-feira (23), o prefeito Marco Marcondes, o governador do Estado Ratinho Junior e o presidente global da LG, Jaecheol Lyu, se reuniram para assinar o Memorando de Entendimento (MoU) – um protocolo de intenções que antecede as obras de instalação e, a partir do qual, o Governo e o Município se comprometem em fazer a sua parte nas tratativas.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Tiago Wandscheer, essa é uma discussão que vinha sendo realizada desde maio do ano passado. Após muitas tratativas e a quase perda da LG para o México, além de outros países da América Latina e até estados no Brasil, finalmente a empresa resolveu firmar o acordo com o município fazendense. “Nada é fácil. Se fosse fácil não seria tão gratificante. As negociações foram a nível mundial. Toda América do Sul concorreu pela LG”, destaca o secretário.

Ele acredita que o bom relacionamento do prefeito com todas as esferas políticas corroborou para esse resultado. “Além de muito trabalho, que é o lema tanto do governador quanto do prefeito, o outro principal fator é o grande alinhamento político que existe entre município, governo do Estado, assembleia legislativa e câmara federal”, apontou o secretário, lembrando que a própria Câmara Municipal também exerce um papel importante: “Quando cada força política puxa para um lado, não acontece nada, essa corda arrebenta, as obras não vêm, a projeção industrial não vem, não vem nada”.

Wandscheer diz que, devido à necessidade de confidencialidade nesse momento, não é possível falar de números claros. Porém, segundo ele, a expectativa é de que a empresa faça um investimento na casa do bilhão em Fazenda Rio Grande e ainda contrate mais de 800 funcionários diretos, além de beneficiar, indiretamente, cerca de 2,5 mil trabalhadores. Em contrapartida, o município oferece a doação de área e acesso, bem como uma redução na carga tributária.

De acordo com o secretário, a empresa gostou tanto da recepção realizada pelo município e Governo do Estado, que já quer diminuir o tempo de construção da fábrica, que estava prevista para iniciar em dezembro e agora deve começar logo em junho de 2024. “Eles querem fazer o contrato e já dar o start. Eles já decidiram que vêm pra cá”, ressalta Wandscheer.

Mais empregos

Além da LG, o município espera contar com empregos para os moradores fazendenses na Eletrolux – a empresa estava no radar de Fazenda Rio Grande, porém São José dos Pinhais acabou vencendo a disputa. Mas com a instalação no bairro Agaraú, que fica a 3km de Fazenda Rio Grande, é possível a geração de empregos para o município também. Outras empresas menores ainda devem chegar.

“O impacto disso pra economia de Fazenda Rio Grande vai ser muito amplo, porque vamos ter uma cadeia produtiva toda que vai crescer junto com isso, até mesmo com a vinda da Eletrolux próxima da gente. Então vamos ter mais um monte de fábricas grandes, não tão grandes quanto essas, mas que vão servir de fornecedores pra elas”, afirma.

oreporter

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *