Polícia Federal localiza pessoas em condição de escravidão no Paraná

 Polícia Federal localiza pessoas em condição de escravidão no Paraná

motorista perde o controle acidente br-376

Compartilhe
Ação foi realizada em conjunto com o Ministério Público do Trabalho – Foto: Divulgação/PF.

A Polícia Federal (PF) de Guaíra, em trabalho conjunto com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o BPFROn, prendeu em flagrante dois homens envolvidos com aliciamento e prática de trabalho de escravidão, na região de Icaraíma, noroeste do Paraná, nesta terça-feira (23).

A notícia de fato se originou de denúncia recebida pela equipe de Proteção Especial do Município de Icaraíma, a qual informou a existência de trabalhadores rurais de origem paraguaia em condição análoga à escravidão.

Após levantamento dessas informações, equipes da DPF/GRA/PF, do MPT e do BPFROn localizaram uma fazenda onde encontraram, aproximadamente, 15 trabalhadores rurais, de nacionalidade paraguaia, sendo quatro adolescentes, trabalhando em condições degradantes e análogas à de escravos em lavoura de mandioca. Também foi constatado o fornecimento de moradia precária aos trabalhadores.

Os envolvidos respondem pelo crime de submeter indivíduos a condição análoga à de escravo, sujeitando-os a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, submetendo-os a condições degradantes de trabalho, restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador, além da pena correspondente à violência.

Com informações: Polícia Federal.

oreporter

Related post