Revolução no transporte coletivo há 6 anos: já são 9 reduções de tarifa e milhares de beneficiados

 Revolução no transporte coletivo há 6 anos: já são 9 reduções de tarifa e milhares de beneficiados
Compartilhe

Triar oferece conforto e comodidade aos usuários (Divulgação)

Lembrar das conquistas no transporte público local é importante para não perder de vista o longo processo de trabalho realizado, que colocou Araucária como referência

Da Assessoria

A data de 1º de janeiro de 2018 é considerada importante em Araucária por marcar a 1ª redução de tarifa (de R$ 4,25 para R$ 2,90), o início de uma revolução no sistema de transporte coletivo local, o TRIAR. Em seis anos, já foram nove reduções consecutivas da tarifa, hoje em apenas R$ 1, gratuidades implantadas para diferentes públicos (incluindo milhares de estudantes), uma frota nova e moderna de veículos, além de outros muitos benefícios aos usuários do sistema. Tanto estímulo ao uso do transporte coletivo, um objetivo mundial, colocou Araucária como exemplo de sucesso para outros municípios. O número de usuários/dia do TRIAR saltou de 32 mil (2017) para mais de 70 mil (2023).

Lembrar das conquistas no transporte público local é importante para não perder de vista o longo processo de trabalho realizado, que colocou Araucária como referência entre municípios, em eventos da área e na imprensa. A visão da Prefeitura tem sido de que o transporte coletivo deve contribuir cada vez mais para o desenvolvimento social e econômico do município e também possibilitar acesso às diversas políticas públicas municipais. Assim, facilitar o acesso da população ao transporte de qualidade é dar oportunidade para que cada pessoa possa ter mais oportunidades de estudo, trabalho e lazer, por exemplo.

A sequência de reduções da tarifa no transporte coletivo mostra o compromisso do município em garantir que o dinheiro poupado pelo usuário possa ser direcionado a outras necessidades e também para movimentar a economia local. Antes das reduções, a tarifa do TRIAR acompanhava a tarifa metropolitana: R$ 4,25 em 2017. Hoje, sem as reduções realizadas pela Prefeitura e acompanhando a tarifa metropolitana, o valor da tarifa estaria em R$ 5,50, ou seja, 5,5 vezes maior.

Antes mesmo da 1ª redução de tarifa, a Prefeitura de Araucária já havia chamado a atenção dos moradores, por exemplo, com a implantação da gratuidade no TRIAR para todos os estudantes da educação infantil ao ensino médio (mediante uso cartão do Educard) e com a gratuidade para todos aos domingos (tarifa “Domingueira” – mediante uso do cartão TRIAR). A lista de gratuidades implantadas ao longo dos últimos anos inclui diversos públicos. Entre eles: isenção para pais/responsáveis que levam estudantes (até 12 anos) para a escola/CMEI, isenção para participantes de cursos profissionalizantes oferecidos pela Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego e isenção para pessoas em situação de vulnerabilidade social comprovada (mediante avaliação da Assistência Social). Cerca de 30% de todos os usuários do transporte coletivo local de Araucária contam com algum tipo de gratuidade.

Além disso, toda a frota do TRIAR conta com sinal de internet gratuito, iniciativa que começou em julho de 2018, e quatro câmeras de monitoramento em cada veículo (em 2023). A Prefeitura também investiu para melhorar a estrutura aos usuários por meio da implantação de centenas de abrigos de ponto de ônibus na cidade e área rural. Uma das novidades de 2019 foi o início da “integração ponto a ponto”, uma integração temporal e gratuita entre linhas do TRIAR fora dos terminais (mediante uso do cartão TRIAR). Uma mudança histórica no sistema do TRIAR ocorreu em 2021 quando três empresas passaram a ser responsáveis pelo atendimento das linhas de ônibus que atendem as áreas urbanas e rurais. Essa grande mudança na organização do transporte coletivo local veio seguida da chegada da frota de novos ônibus.

oreporter

Related post