Luizão já tem pontuação significativa na disputa para prefeito de Curitiba

 Luizão já tem pontuação significativa na disputa para prefeito de Curitiba
Compartilhe
Após ser deixado de fora das últimas pesquisas, ex-prefeito de Pinhais surpreende em levantamento do Instituto Ágora, com pontuação acima de concorrentes bastante conhecidos na capital

Entre o Natal e ano novo foi publicada a última pesquisa eleitoral de 2023. Realizada pelo grupo Ágora Pesquisa, conta com uma amostra de 1245 eleitores entre 16 e 75 anos. A pesquisa tem um grau de confiança de 95% e margem de erro de 3%. A sondagem revela a indecisão e insegurança da população curitibana quanto às eleições de 2024.

Um dos destaques da mais recente pesquisa foi Luizão Goulart, ex-prefeito de Pinhais, que já confirmou sua intenção de concorrer ao pleito na capital. As primeiras pesquisas divulgadas anteriormente não incluíram seu nome. Após críticas da população aos institutos, o nome de Luizão foi considerado, revelando a surpresa de ser um dos nomes com maior destaque, sendo uma forte opção para o curitibano.

O pré-candidato, em suas redes sociais agradeceu o apoio e disse estar surpreso com o resultado positivo, apesar de ter anunciado recentemente sua pré-candidatura. Completa informando que em 2024 irá percorrer a cidade, a fim de entender as demandas da população. O vídeo publicado em sua conta pessoal já atingiu mais de 65 mil visualizações. Confira aqui: https://www.instagram.com/reel/C1XBYPpLqEb/?igsh=MWlycW83eXRiZTkydA==

Luizão esteve à frente da prefeitura de Pinhais por oito anos, uma gestão que foi decisiva para o rumo da cidade, atingindo uma aprovação de 94% – a mais alta do Brasil. Com essa aprovação histórica a nível nacional, foi considerado o melhor prefeito do Brasil. Depois disso, tornou-se deputado federal, conquistando uma expressiva votação em Curitiba. Dos seus 141.730 mil votos, mais de 35 mil foram feitos em Curitiba. Nas últimas eleições, apesar da expressiva votação, acabou não sendo reelegendo, por cauda da legenda partidária.

Cenário 1:

Aparecem dividindo o pódio, conforme a margem de erro, Luciano Ducci (PSB), Ney Leprevost (União) e Beto Richa (PSDB) com respectivamente 15%, 14% e 11%. Em seguida, acompanhados por Eduardo Pimentel (PSD), Gustavo Fruet (PDT) e Luizão Goulart (Solidariedade), com 10%, 6% e 5%.

Aparecem com percentuais menores os seguintes pré-candidatos: Deltan Dallagnol (Novo), Goura Nataraj (PDT), Maria Vitória (PP), Paulo Martins (PL), Marcia Huçulak (PSD), Carol Dartora (PT), Prof Euler (MDB) e Denian Couto (Podemos). Branco ou Nulo com 11% e não sabe ou não respondeu com 11%.

Cenário 2:

Luciano Ducci (15%), Ney Leprevost (14%) e Eduardo Pimentel (12%) aparecem empatados, segundo a margem de erro, em seguida está Luizão Goulart (6%) e logo após Paulo Martins (5%), Carol Dartora (3%), Goura (3%), Denian Couto (1%). Branco ou nulo com 17% e não sabe ou não respondeu com 20%.

Cenário 3:

No último cenário foram apresentados 5 nomes, Luciano Ducci (20%), Ney Leprevost (17%), Eduardo Pimentel (15%), Beto Richa (8%) e Luizão Pinhais (7%). Branco ou nulo com 14% e não sabe ou não respondeu com 21%.

Rejeição

A pesquisa também realizou um levantamento sobre os índices de rejeição dos pré-candidatos. Lidera a lista Beto Richa com 31%, seguido por Luciano Ducci com 8%, e estão empatados com 6%, Gustavo Fruet, Ney Leprevost, Maria Vitória e Goura. Em seguida aparecem com 4%, Eduardo Pimentel e Deltan Dallagnol. Ainda são citados com índices menores do que 3% Carol Dartora, Márcia Huçulak, Denian Couto, Prof Euler, Paulo Martins e Luizão Goulart.

oreporter

Related post