Novo CMEI Guajuvira será 3 vezes maior e valorizará espaços de convivência e área verde

 Novo CMEI Guajuvira será 3 vezes maior e valorizará espaços de convivência e área verde
Spread the love
Projeto do CMEI Guajuvira – foto ilustração SMPL


O projeto da nova unidade do CMEI Guajuvira também tem por objetivo oferecer recursos que estimulem a interação das crianças ao ar livre e a valorização das áreas verdes

A Prefeitura de Araucária vai construir um novo prédio para o Centro Municipal de Educação Infantil do Campo Maria Arlete Bregenski Vaz, no Distrito de Guajuvira. O aviso de licitação foi publicado na segunda-feira (18), no Diário Oficial do Município. O novo prédio, em um terreno próximo, terá 1.416m² de área construída, contra os cerca de 400m² da construção antiga. A preocupação com o conforto das crianças, com a importância de espaços de convivência e com questões relacionadas à valorização da iluminação natural e das áreas verdes são destaque no projeto elaborado pela equipe da Secretaria Municipal de Planejamento (SMPL).

Em um terreno de 6.400m² na rua Bruno Fleiter, ao lado da UBS local, o novo prédio do CMEI será todo térreo e contará com pátios internos com luz e ventilação natural, além de áreas externas que possibilitam atividades diversas com as crianças. A nova estrutura terá 9 salas de aula (do Infantil Bebê ao Infantil 5), salas multiuso, refeitório amplo e espaços de serviços (cozinha, despensa, vestiários…) e administrativos (secretaria, sala dos professores, direção…) devidamente pensados para os atendimentos. É importante destacar que, no caso das crianças mais novas, as salas serão atendidas por banheiros, lactário, sala de amamentação e solário. O cuidado do projeto quanto aos detalhes importantes inclui até os armários para guardar as bolsas com pertences dos bebês. Segundo a Secretaria de Educação (SMED), esse novo prédio atenderá a 110 crianças, de 0 a 5 anos.

O projeto da nova unidade do CMEI Guajuvira também tem por objetivo oferecer recursos que estimulem a interação das crianças ao ar livre e a valorização das áreas verdes. Em um dos pátios externos, está previsto a implantação de estruturas coloridas para uma horta que as crianças terão acesso. Bancos, murais para desenhar na parede e um conjunto de redes para atividades (como contação de histórias) também fazem parte desse canto da unidade. Em outro pátio externo próximo, também haverá local para redes, bancos e uma estrutura de escalada em um pequeno declive.

De acordo com a SMPL, o terreno do novo CMEI já possui algumas árvores e o projeto elaborado atende a um pedido especial dos profissionais da unidade de modo a preservar o máximo que for possível da vegetação. Mais que isso: haverá locais onde poderão ser plantadas novas árvores, como árvores frutíferas. Dentro da preocupação com práticas ambientalmente sustentáveis, a unidade contará com placas fotovoltaicas, de modo que a energia solar possa contribuir na redução do custo energético da unidade.

SEGURANÇA – A organização dos espaços também é importante para a segurança de todos. A recepção da unidade foi planejada para que o atendimento da comunidade ocorra sem o acesso direto à área onde ficam as crianças. Além disso, o portão contará com interfone. Na parte frontal da unidade haverá acessos específicos para pedestres e também de carros que deixarão/buscarão as crianças em uma entrada coberta. Junto à rua, um remanso será instalado para receber ônibus e vans. Uma pequena praça também fará parte da frente da unidade, mas com o devido isolamento da rua, o que permite ser utilizada com as crianças. Um bicicletário e um estacionamento de visitantes também estarão no local.

Projeto interno do SEMEI – Imagem SMPL

junior

Related post