Despertando consciência cívica: o valor da educação política para jovens e adolescentes em Fazenda Rio Grande

 Despertando consciência cívica: o valor da educação política para jovens e adolescentes em Fazenda Rio Grande
Compartilhe

Vereadores mirins com bons resultados neste ano de 2023 (Da Assessoria)

Da Assessoria

No ano de 2023, um dos objetivos da Câmara Municipal de Fazenda Rio Grande foi trazer os jovens e adolescentes para mais perto do processo legislativo. Isso foi possível por meio de dois projetos que falam diretamente com essas faixas etárias, além de um trabalho mais ativo nas mídias sociais. Os projetos são a Escola do Legislativo, de autoria do vereador e atual presidente da Casa de Leis, Sandro do Proteção (Solidariedade), e o Parlamento Jovem, de autoria do vereador Professor Fabiano Fubá (PRTB).

A socióloga e doutoranda em Ciência Política, Patrícia Sene de Almeida foi palestrante nas duas primeiras edições da Escola do Legislativo e falou sobre a importância da consciência política nos jovens e adolescentes: “a consciência e a educação política para jovens e adolescentes se faz imprescindível para que, desde cedo, eles e elas tenham ciência de que todo o direcionamento da vida social, normas, leis, regras, são resultantes do processo político. Não existe vida social, coletiva e democrática, sem política. É mais vantajoso aceitar a política como parte da vida individual e coletiva, entendendo-a, a evitá-la.”

O incentivo para participar e entender sobre a política deve vir desde cedo, e projetos como a Escola do Legislativo e o Parlamento Jovem fazem com que jovens e adolescentes estejam em contato direto com esse ambiente. Patrícia também falou sobre sua experiência com a política na infância e sobre a importância desse incentivo: “Tive alguns poucos incentivos que vieram, principalmente, do espaço escolar, embora também da minha família.[…] Tanto os contatos com a política na família quanto na escola foram importantes, mas poderiam ter sido ainda mais significativos se houvesse tido uma educação política de qualidade. Pensar sobre política é diferente de educar para a política.”

Investir na educação política dos jovens fortalece a democracia e cria cidadãos conscientes. Oferecer informações imparciais capacita-os a participar ativamente na política, votar, debater questões sociais e buscar soluções. Essa educação vai além do conhecimento básico, estimulando o pensamento crítico e a compreensão do sistema político e dos direitos cívicos.

Jovens eleitores

O voto é uma das principais maneiras de exercer-se o direito à democracia. No ano de 2022 o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez uma forte campanha de incentivo ao alistamento eleitoral entre os jovens que ainda não completaram a maioridade. No Brasil, o número de novos títulos, apenas no mês de março, foi de 445.553 entre os jovens de 15 a 18 anos, segundo dados do TSE. A maior procura pelo primeiro título foi na faixa etária de eleitores com 17 anos: foram 158.947 novos documentos concedidos em março.

Cresce números em Fazenda Rio Grande com alistamento eleitoral

De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Zona Eleitoral 144, nos últimos quatro anos, compreendendo os anos de 2020, 2021, 2022 e 2023, o número de jovens, com idades entre 16 e 18 anos, que realizaram o alistamento eleitoral em Fazenda Rio Grande totalizou 652. Este dado é indicativo do interesse e participação ativa desses jovens no processo democrático, buscando exercer o seu direito ao voto e contribuir para a construção do futuro político da nossa comunidade, fortalecendo o envolvimento dos jovens nas decisões que impactam diretamente em nosso município.

Escola do legislativo

Em 2023 a Câmara deu início à Escola do Legislativo, um projeto de autoria do vereador Sandro do Proteção (Solidariedade), instituído pela resolução 1/2023, que tem o objetivo de oferecer apoio técnico-administrativo às atividades legislativas.

A Escola do Legislativo levou à Câmara Municipal cerca de 210 alunos de escolas públicas de Fazenda Rio Grande, em 4 edições. Nesses encontros os estudantes receberam palestras com a socióloga e doutoranda em Ciência Política, Patrícia Sene de Almeida, além da jornalista e doutora em Ciência Política pela UFPR, Fernanda Cavassana de Carvalho, e puderam conhecer o prédio do legislativo municipal.

“A Escola do Legislativo foi pensada para trazer a população para a política, principalmente os jovens, para que entendam mais do assunto e para poder ouvir um pouquinho sobre como funciona a política municipal e nacional, e como funciona o trabalho do legislativo”, explica o presidente da Câmara e autor do projeto.

Parlamento Jovem

Neste ano foi realizada a segunda edição do projeto Parlamento Jovem, de autoria do vereador Professor Fabiano Fubá (PRTB), por meio da lei 1503/2021. O projeto permite que os alunos do ensino fundamental e médio acompanhem o processo eleitoral, conheçam os poderes do Estado, debatam problemas da comunidade e proponham soluções.

O Parlamento Jovem promove maior formação política, e possibilita aos estudantes vivenciarem o processo democrático. Os alunos podem votar e escolher 13 vereadores mirins que propõem e votam indicações, requerimentos e projetos de lei para o município.

O legislador Professor Fabiano Fubá (PRTB), responsável pela elaboração da lei 1503/2021, que introduziu o projeto em Fazenda Rio Grande, participou de todas as reuniões e orientou os estudantes, oferecendo esclarecimentos sobre o funcionamento do processo legislativo. “Por várias vezes eu deixei o vereador de lado e fui o professor, aquele que chama a atenção […] que ensina sobre a seriedade do que eles estavam fazendo”, relatou o vereador.

Próximos passos

O foco atual está centrado em manter esse nível de envolvimento, com o objetivo de fomentar uma sociedade na qual os membros estejam comprometidos e decididos a influenciar o futuro por meio da compreensão do Poder Legislativo e da participação ativa no processo democrático.

Para o ano que vem, planeja-se a realização de novas edições da Escola do Legislativo e do Parlamento Jovem, afim de proporcionar mais oportunidades e aprimorar o entendimento cívico para o fortalecimento da participação da comunidade, principalmente, dos jovens.

Alunos em vidita ao legislativo fazendense (Assessoria)

oreporter

Related post