Motociclista é atingido por carro que fura a preferencial no Mercês

 Motociclista é atingido por carro que fura a preferencial no Mercês
Compartilhe

Motociclista é atingindo por carro no Mercês e motorista foge do local sem prestar socorro.

Um rapaz de 27 anos acabou ficando ferido após ser atingido por um Sandero, no cruzamento das ruas Martim Afonso com Alameda Cabral no bairro Mercês em Curitiba.

Motociclista é atingido por carro que furou preferencial

O acidente aconteceu na noite deste sábado e segundo informações de testemunhas, o motociclista é atingido por carro quando estava vindo pela Martin Afonso quando o veículo Sandero, furando o sinal vermelho, acabou atingindo a motocicleta.

Socorristas do SAMU foram acionados e prestaram atendimento à vítima que estava em situação grave, em seguida foi encaminhado a uma casa hospitalar.

Duas testemunhas que viram o acidente deram detalhes à nossa equipe de reportagem:

“Ele passou do nosso lado e na hora que o sinal abriu, o motoqueiro passou e veio um Sandero pela lateral da Alameda Cabral e pegou ele cheio, arremessou ele bem longe do cruzamento, até aqui na frente.

E o cara fugiu, ele parou o carro, parou por alguns segundos que eu consegui olhar, quando percebi ele foi embora.”

Segunda testemunha:

“O meliante do Sandero branco acabou furando a preferencial e colidindo com o motoqueiro … Isso é um absurdo tá, é o que eu tenho para dizer é realmente

lamentando o ocorrido e expressando o meu puro ódio por esse cara…

Covardia Total, covardia total né ele pegou furou a preferencial, infringindo uma lei de trânsito bem como também abandonou o caso né, porque o errado foi ele não motoqueiro…”

Policiais do Bepetran deram atendimento a esta situação e buscam por câmeras de segurança que possam ajudar a identificar a placa do veículo que após a batida fugiu do local sem prestar atendimento.

O motociclista segue internado, mas por muita sorte está fora do risco de morte

Repórter Cristiano Vaz

Siga O Repórter nas principais redes sociais!

oreporter

Related post


Isso vai fechar em 5 segundos