Hospital de São José dos Pinhais participa de projeto que visa diminuir infecções hospitalares

 Hospital de São José dos Pinhais participa de projeto que visa diminuir infecções hospitalares
Compartilhe

A Secretaria de Saúde (SEMS) de São José dos Pinhais informa que os servidores Dra. Maria Claudia H. Ferrucio e o enfermeiro Andrey Maciel de Oliveira, responsáveis pela UTI Geral, estão em Brasília representando o Hospital de São José dos Pinhais, no encerramento do Projeto Saúde em Nossas Mãos.

O trabalho realizado por essa equipe é de extrema importância para o Hospital e principalmente para os pacientes, desta forma, com resultados positivos, este equipamento de saúde do município e os profissionais envolvidos são destaque do Saúde em Nossas Mãos.

Na ocasião, a Dra. Maria Claudia agradeceu a todos que se doaram e colaboraram para o sucesso dessa jornada, e o enfermeiro Andrey diz estar satisfeito com o resultado, mas que ainda pode melhorar, por isso o trabalho é contínuo. Por meio desse Projeto foram 86 infecções evitadas, e aproximadamente 5 milhões de reais de economia para o Hospital.

Hospital de São José dos Pinhais
Imagem: Prefeitura de São José dos Pinhais

Hospital de São José dos Pinhais envolvido com o Projeto Saúde em Nossas mãos

O Projeto Saúde em Nossas Mãos foi elaborado de forma colaborativa pelos hospitais Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS) e pelas equipes técnicas da Coordenação do Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP).

Em conjunto com a Coordenação Geral de Atenção Hospitalar e de Urgência do Departamento de Atenção Hospitalar da Secretaria de Atenção à Saúde (CGHOSP/DAHU/SAS/MS).

Alinhado ao Plano Nacional de Saúde (PNS), o Saúde em Nossas Mãos espera reduzir, em médio prazo, a incidência dos principais indicadores de infecção hospitalar, além de disseminar o modelo de melhoria para outras unidades e hospitais.

Bem como demonstrar o impacto financeiro com a prevenção das infecções. A longo prazo, a expectativa é contribuir com a mudança da cultura das organizações de saúde com relação à segurança do paciente.

Entre os anos de 2021 e 2023, o Saúde em Nossas Mãos conta com a participação de 204 hospitais, o que representa um aumento de 76% em comparação ao triênio passado.

A expectativa é impactar 2.843 leitos de UTI adulto, além de 17 UTI pediátricas e 7 UTI neonatais, a fim de tornar os ambientes mais seguros e reduzir as IRAS em 30%, num período de 24 meses.

Elaborado de forma colaborativa pelos hospitais PROADI-SUS e pelas equipes técnicas da Coordenação do PNSP e da Coordenação Geral de Atenção Hospitalar e de Urgência do Departamento de Atenção Hospitalar da Secretaria de Atenção à Saúde (CGHOSP/DAHU/SAS/MS).

O projeto utiliza uma metodologia que pressupõe a participação ativa de todos os envolvidos, baseada no propósito de “todos ensinam e todos aprendem”. Além dessas práticas, serão implementados ou aprimorados protocolos de higienização das mãos.

oreporter

Related post