Prefeito Mostarda é preso em jogo amador e critica atuação da Polícia Militar

 Prefeito Mostarda é preso em jogo amador e critica atuação da Polícia Militar
Compartilhe

Momento que o prefeito é jogado ao chão pela equipe (Imagens redes sociais)

Da Redação com Banda B

O prefeito de Contenda, cidade da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), Antônio Adamir Digner – conhecido como Mostarda – foi preso neste domingo (3), durante uma confusão na final da Copa Bosch de futebol amador. A competição era realizada no Estádio do Lagoa, na cidade da Região Metropolitana de Curitiba. Em entrevista ao programa Café com o Bala, na manhã desta segunda-feira, Mostarda deu detalhes do ocorrido. “Foi uma ação truculenta de parte dos policiais. Fora de campo teve briga e, a equipe policiail não se importou com isso. Entrou em campo e pediu para que jogadores se disperssassem, evitando que comemorassem o titulo. Então fizeram tudo de forma equivocada”, disse Mostarda ao comunicador Pedro Bala.

Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram o momento em que o prefeito reage a uma abordagem das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) da Polícia Militar. Segundo apurou a Banda B, Mostarda foi detido por desacato e resistência à prisão.

De acordo com testemunhas, várias brigas foram registradas no entorno e dentro do estádio entre torcedores. Diante disso, a polícia teria pedido a interrupção do jogo e agilidade na premiação, o que teria deixado o prefeito irritado. O prefeito foi conduzido até uma delegacia dentro da viatura da Rotam.

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Contenda se manifestou por meio de nota e classificou que a ação policial foi “desmedida e truculenta”. A administração também repudiou a prisão do prefeito. “A presença policial, inicialmente destina a garantir a ordem por fato ocorrido fora do estádio, transformou-se em um episódio de violência injustificada, resultando na detenção indevida do prefeito, o qual, ao interceder diante a situação caótica, foi surpreendentemente subjugado e detido, o que repudiamos”, diz a nota.

A prefeitura também se solidarizou com os demais participantes do evento. “Manifestamos nossa solidariedade às demais vítimas da comunidade que, de maneira injusta, foram alvos de violência policial, muitas delas sofrendo ferimentos. A atuação da polícia, que deveria garantir a segurança, revelou-se desproporcional e inaceitável”, pontua o comunicado.

Ainda, conforme a nota, providências serão tomadas para esclarecer os fatos. “Ressaltamos que colaboraremos integralmente com as investigações para assegurar que a justiça seja feita. Reiteramos nosso compromisso com a segurança e o bem-estar da população de Contenda, repudiando qualquer ato que coloque em risco a harmonia e a paz em nosso município”, finaliza a nota.

oreporter

Related post