Comando Militar admite chance de mudar sede da nova ESA para PG

 Comando Militar admite chance de mudar sede da nova ESA para PG
Compartilhe

Alto-Comando do Exército já esteve em Ponta Grossa para conhecer a estrutura da cidade – Foto: Gilson Abreu/AEN.

A instalação da nova Escola de Sargentos das Armas (ESA) ganhou um novo capítulo na última semana. Informações divulgadas em Recife dão conta de que o Comando Militar do Exército Brasileiro admite a possibilidade de mudar o local do empreendimento bilionário. Com isso, Ponta Grossa e Santa Maria (RS) seguem na disputa pela escola militar.

Conforme apuração do jornalista Janildo Melo, o Comando Militar do Nordeste esteve reunido na última quinta-feira (16), para avaliar a instalação do novo empreendimento. Entretanto, questões ambientais e judiciais estão ‘travando’ o projeto do Exército – a ESA deverá ter investimentos superiores a R$ 1 bilhão e abrigará um contingente aproximado de 8 mil pessoas.

Segundo o general de brigada Nilton Moreno, “se por qualquer motivo tivermos problemas jurídicos, ou problemas ocasionados por questionamentos ambientais, vamos levar (a ESA) para a segunda prioridade (Santa Maria ou Ponta Grossa). Se tivermos judicialização aqui, estes são os dois fatores que podem tirar o projeto de Pernambuco”, declarou um dos responsáveis pelo projeto.

Além disso, Moreno ressaltou que “as cidades do Sul continuam com pressão para que a decisão (de colocar a Escola de Sargentos em Pernambuco) seja revertida. Desde o começo, dissemos que existem prioridades. Se tivermos problema, seguiremos para o plano B ou C”, explicou. “Que fique bem claro, que não é temor ou uma ameaça, apenas transparência”, finalizou a liderança.

Por fim, durante o encontro da última semana, os militares também teriam declarado que cobrarão as contrapartidas por Pernambuco, apresentadas ainda em 2021. A decisão pela nova sede da ESA aconteceu em 21 de outubro de 2021, com a participação do ex-presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL) – relembre a notícia clicando aqui.

oreporter

Related post


Isso vai fechar em 5 segundos