Secretário de Saúde abandona o posto em Fazenda Rio Grande

 Secretário de Saúde abandona o posto em Fazenda Rio Grande
Compartilhe

Na manhã desta quinta-feira (14), o Jornal O Repórter publicou com exclusividade e ao vivo o flagrante do secretário de saúde de Fazenda Rio Grande, Dr. Paulo Francisco Coelho Soares, atendendo em um consultório particular durante expediente do cargo público. Junto com vereadores e a Polícia Militar, o Jornal acompanhou a chegada do secretário e médico em uma clínica na cidade de Curitiba, por volta das 10h, e entrevistou alguns pacientes que confirmaram ter consulta agendada com ele.

Segundo a Procuradoria da Câmara Legislativa, o secretário está cometendo o crime de corrupção, ao obter vantagem utilizando-se de cargo público. Isso porque, durante expediente de secretário, para o qual ele recebe R$ 14 mil mensais, ele estaria ganhando ainda por consultas particulares.

Os vereadores presentes no flagrante foram Alexandre Maringá, Rafael Campaner, Julio Beiço, Enfermeiro José Carlos e Fabiano Fubá.

Ainda pela manhã, constatando a chegada do secretário no consultório com a jaqueta da secretaria de saúde, a equipe do O Repórter se fez presente na secretaria em Fazenda Rio Grande, perguntando pelo secretário que, segundo a atendente, não compareceu ao trabalho neste dia.

Os vereadores contam que receberam diversas denúncias sobre o caso e que chegaram a procurar pelo secretário em Fazenda Rio Grande, sem sucesso. “Tivemos várias denúncias e nós, como vereadores, temos que comprovar as denúncias. Nós estamos fazendo o papel de fiscalizar o dinheiro público de Fazenda Rio Grande”, afirma o vereador José Carlos.

Impedidos de entrar na clínica, a equipe do jornal, os vereadores e a PM se apresentaram buscando explicações. “É um absurdo o secretário ganhando mais de R$ 14 mil por mês e vindo trabalhar aqui em Curitiba. Nossa saúde em Fazenda Rio Grande numa situação bem complicada. Então nós viemos aqui fazer essa investigação junto com a polícia, para que ele possa dar uma explicação plausível pra nós”, reclama o presidente da Câmara, Alexandre Maringá.

Ainda, segundo o vereador Rafael Campaner, Dr. Paulo está atendendo na clínica desde que foi nomeado como secretário: “A gente tem informações, a gente estava investigando. Tentamos chegar uma vez, não conseguimos. E hoje pegamos ele em flagrante”. o vereador Julio Beiço reclamou ainda o fato de que, em Fazenda Rio Grande, onde ele responde pela pasta da saúde, diversas Unidades de Saúde estão sem médicos. Enquanto poderia fazer o seu trabalho e resolver a situação, segundo investigações, ele estaria recebendo a quantia de R$ 200 por consulta nessa clínica em Curitiba.

“Nós procuramos por ele algumas vezes na secretaria. Ele nunca estava, [diziam que] estava em reunião. E nós recebemos as denúncias, viemos apurar. Hoje estamos aqui desde as 6h da manhã. E detalhe, a agenda dele é lotada. Você não consegue consulta aqui. Então é um descaso com a população que não tem médico”, disse Fabiano Fubá.

Durante o flagrante, o presidente da Câmara, Alexandre Maringá, determinou a prisão do secretário para que ele pudesse ir à Delegacia explicar a sua postura. Entretanto, a Polícia foi impedida de entrar na Clínica.

Para o vereador Julio Beiço, o secretário deveria deixar o seu cargo para alguém que possa cumprir com seus deveres e prestar um bom trabalho. “Um verdadeiro desrespeito. Nunca tivemos na história de Fazenda Rio Grande uma vergonha como essa. Nós precisamos de respeito com o nosso povo”, conclui.

No final da tarde, após reunião com vereadores, o prefeito Nassib assinou a exoneração do secretário.

oreporter

Related post


Isso vai fechar em 5 segundos