Primeira-dama Nani Hammad tem bens apreendidos

 Primeira-dama Nani Hammad tem bens apreendidos
Compartilhe

A pedido do Ministério Público do Paraná (MPPR), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Corregedoria-Geral da Polícia Militar cumpriram quatro mandados de busca e apreensão na casa da primeira-dama Doriane Hammad e seu marido, o prefeito de Fazenda Rio Grande, Nassib Hammad. O trabalho ocorreu nesta quinta-feira (14) devido à ameaça contra o presidente da Câmara Legislativa, Alexandre Maringá, que supostamente teria sido realizada por parte da primeira-dama.

A ameaça chegou ao conhecimento do vereador em 23 de agosto por meio de um áudio enviado ao seu WhatsApp, dizendo: “Tem uma pessoa que veio aqui em casa, que é bandida e foi contratada para dar um tiro na cabeça do Maringá até o final do ano”. Após executar o áudio durante a sessão ordinária da Câmara, o presidente questionou a então vereadora se ela reconhecia a voz do áudio como sua e ela confirmou: “reconheço”. O vídeo da situação encontra-se, inclusive, no canal da Câmara no Youtube, na data desta sessão.

A busca e apreensão ocorreu por meio da Operação Minancia, que apura as supostas ameaças realizadas contra o presidente da Câmara, após o início das investigações no Legislativo quanto às supostas irregularidades cometidas pelo Poder Executivo.

Além da residência de Nassib e Doriane, o local de trabalho da primeira-dama também teve cumprido o mandado, expedido pelo Juízo da Vara Criminal de Fazenda Rio Grande. Um policial militar da reserva, nomeado como servidor comissionado da Prefeitura, também teve objetos apreendidos em sua residência e local de trabalho.

Documentos, celulares e computadores de ambos serão analisados a partir de agora. Eles são investigados pelos crimes de ameaça e coação.

oreporter

Related post