POLÍCIA

 POLÍCIA
Compartilhe

 

Da Assessoria

Lapa

 

Após uma ligação para o 190 na terça-feira (28), informando que um caminhão roubado em Campo Largo, carregado com mais de 37 toneladas de soja, que possuía rastreador, havia parado na Lapa e estava seguindo pela rodovia BR 476, sentido Araucária, equipe PM da Lapa deslocou rapidamente até o local e visualizou o caminhão já próximo ao pedágio, ainda na cidade da Lapa, com dois homens na cabine do caminhão.

Realizada a abordagem, nada de ilícito foi encontrado com os suspeitos, porém, logo abaixo do banco do motorista havia uma mochila contendo uma pistola calibre .45, com duas munições intactas, com marca e sinal identificador suprimidos, além de R$ 2.713,00 (dois mil setecentos e treze reais) e três celulares. Indagado ao condutor acerca da procedência do caminhão, este informou que recebeu uma quantia em dinheiro para levá-lo até Curitiba.

 

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos envolvidos e deslocado ate a Delegacia de Polícia Civil, onde foram identificados pelo responsável pela cerealista onde foi descarregada a soja.

Logo em seguida, em diligências no local onde foi descarregada a soja, em conjunto com a Polícia Civil da Lapa, os policiais conseguiram descobrir que o pagamento da carga (mais de R$ 40 mil) seria feito a outra pessoa, que estaria em Quitandinha. Com as informações, as equipes conseguiram localizar o terceiro integrante da quadrilha, que estava em Quitandinha. Ele estava com uma nota fiscal falsa, referente à carga roubada.

Segundo informações recebidas, essa quadrilha já havia cometido crimes como esse diversas vezes na região, sendo vistos pela última vez na Lapa em novembro de 2019.

Foram presos pela polícia Alfredo Silva Barbosa, de 36 anos e Mauro Alves Soares, 44, ambos na Lapa, e Mário Reinaldo Paolini, 36, no município de Quitandinha

oreporter

Related post


Isso vai fechar em 5 segundos