DestaquePolícia

Quadrilha que roubou aproximadamente R$ 350 mil de transportadora é desmantelada

Quatro pessoas de idades entre 21 e 31 anos, foram presas por investigadores do Setor de Furtos e roubos da 9ª Subdivisão Policial de Maringá, na quinta-feira (2). Eles são suspeitos de um roubo ocorrido em uma transportadora no dia 1º de fevereiro deste ano, na Zona Industrial da cidade, próximo ao Contorno Sul em Maringá, onde foram levados R$ 350 mil em mercadorias.

No momento da ação, cinco pessoas entraram em uma transportadora, renderam os funcionários usando arma de fogo e carregaram um caminhão com televisores, geladeiras, roupas e outros objetos. Após a ação criminosa, os suspeitos fugiram com a mercadoria. O caminhão foi localizado dias depois, abandonado em uma estrada rural, no distrito de Maringá.

Policiais iniciaram as diligências a fim de localizar os suspeitos e recuperar a mercadoria. Com o auxílio de imagens do circuito interno da transportadora foi possível prender um dos suspeitos, no dia 14 de fevereiro.

Na tarde de quinta-feira (2) foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na casa dos demais suspeitos. Um homem de 26 anos foi localizado em sua residência no Jardim Sumaré, o suspeito estava escondido em baixo da cama, mas após buscas, os investigadores conseguiram encontrá-lo, bem como uma pistola ponto 40 com numeração suprimida. Na garagem da casa havia um veículo Cruze roubado em Paranavaí no dia 20 de janeiro, com as placas adulteradas.

Em continuidade da ação policial, investigadores se deslocaram até o município de Sarandi e localizaram outros dois suspeitos, na primeira casa foram apreendidos uma espingarda calibre 12, munições calibre 12 e 9mm, aparelho de sons, duas televisões, roupas e demais objetos que devem ser oriundo do roubo à transportadora.

Na outra residência vistoriada também em Sarandi, foram apreendidos um revólver calibre 32 e um Golf, que foi tomado em assalto no dia sete de janeiro em Mandaguaçu.
Os suspeitos estão reclusos na carceragem temporária da 9ª SDP, onde permanecem à disposição da Justiça. Eles responderão pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo, roubo agravado e associação criminosa.

O delegado responsável pelo caso, Leandro Roque Munin conta que eles serão investigados pela participação por outros roubos na região. “Há indícios de que eles estão envolvidos um homicídio ocorrido em janeiro no município de Sarandi, segundo investigações a motivação do crime foi um desacerto entre os integrantes da quadrilha, finaliza Munin.

As investigações seguem para identificar e prender todos os envolvidos no roubo a transportadora. Bem como recuperar os bens roubados.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content