Com certidões em dia, prefeitura de Tijucas do Sul se prepara para receber recursos no próximo ano e comemora conquistas de 2017

O primeiro ano de gestão do Prefeito de Tijucas do Sul, César Matucheski, como ele mesmo avalia, foi para organizar a casa e atualizar certidões e documentos. Ainda assim, a equipe também garantiu conquistas valiosas para o município. Entre elas, ruas foram asfaltadas e os primeiros passos para a liberação do parque industrial foram dados.

“Apesar de termos feito um compromisso com os secretários de que seria um ano de planejamento, a gente tem conseguido executar algumas coisas, tem conseguido trabalhar nas estradas. Nós conseguimos muitos recursos que estavam pendentes por causa de certidão que saiu essa semana. Pra se ter uma ideia, o que a gente cadastrou nos primeiros oito meses desse ano, entre emenda proposta voluntária, é mais do que nos últimos quatro”, aponta o prefeito.

Com relação aos asfaltos, foram investidos quase R$ 2,5 milhões em 2km de diversas ruas no município. Segundo Matucheski, a pavimentação será benéfica tanto para a saúde e mobilidade dos moradores, quanto para a valorização dos imóveis e até a diminuição dos custos com manutenção. Além do asfalto, também foram colocadas calçadas com piso tátil para deficientes visuais. As obras devem finalizar no final do ano.

Além disso, outra grande conquista foram as certidões que garantem que Tijucas do Sul receba recursos do governo. Com isso, segundo o prefeito, a tendência é que já no próximo ano, novos projetos possam ser executando com a chegada de novos recursos. Somente o deputado Francisco Bührer, conforme conta o prefeito, enviou verbas na casa dos R$ 6 milhões. Outro deputado que colaborou com a saúde foi o Luiz Carlos Martins.

Parque industrial em Tijucas do Sul

“Nós temos duas linhas de trabalho no que diz respeito à industrialização do município. Uma das partes é que estamos tentando, junto com os órgãos do estado (IAP, COMEC), a identificação e posterior liberação das áreas pra instalação industrial do município”, com00enta Matucheski.

Segundo ele, o plano diretor de 2010 estipula áreas específicas, porém, essas mesmas áreas ainda precisam de legalização para a recepção de indústrias. Esse é, então, o primeiro passo que está sendo dado pelo executivo.

Paralelo a isso, ele comenta que na BR-376 de Tijucas do Sul um investidor comprou um terreno considerável. O que está sendo colocado em prática, nesse sentido, é uma conversa com a AutoPistal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para que seja implantada uma marginal próxima a esse terreno, possibilitando a implantação de indústrias.

E o interesse por parte dos empresários tem sido grande. O prefeito comenta que tem recebido visitas de empresários de Joinville, de Curitiba e até pessoas de fora do Brasil que querem instalar empresas em Tijucas do Sul pelo potencial da cidade.

“A parte urbana metropolitana de São José dos Pinhais para a frente, para as empresas, representa um alto custo de instalação e, no que no que diz respeito ao transporte, para eles, é um eixo complicado. Então eles estão procurando municípios ao redor, que ficam na região metropolitana, mas não naquele centro complicado de transporte”, afirma Matucheski.

A ideia dos empresários é, então, investir próximo à BR-376, onde o executivo estuda instalar uma marginal. Isso porque fica fácil viajar para cidades como Joinville, Curitiba e até São Paulo ou o aeroporto, o porto de Paranaguá e de Itapoá. “A nossa PR tem um acesso mais fácil, é um ponto estratégico de instalação. A gente precisa se organizar pra recebê-los aqui”, finaliza o prefeito.

Por: Dayanne Wozhiak