DestaquePolícia

Operação policial prende duas pessoas envolvidas no desvio de mais de meio milhão de energia elétrica em Curitiba

Mais de R$ 500 mil em energia elétrica foram desviados nos últimos meses por dois homens – gerente e sócio – de duas empresas do ramo de reciclagem de plástico situadas no bairro Tatuquara, na Capital. A dupla foi presa após uma operação policial foi deflagrada na manhã de quarta-feira (04/04), pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), em conjunto com técnicos da Companhia Paranaense de Energia (Copel).

Alessandro Antônio de Oliveira, 41 anos, gerente de um dos estabelecimentos, e Márcio Kuchinski, 42 anos, sócio de outra empresa, foram presos em flagrante pela polícia nos respectivos locais, após os técnicos da Copel constatarem adulteração nos medidores de energia.

As investigações iniciaram depois que a especializada foi comunicada pela Copel, sobre um possível desvio por cabeamento ou adulteração de medidores de energia, em pelo menos cinco empresas da região Sul da cidade.

“Como base nessas informações, iniciamos as diligências em conjunto com os técnicos da Copel até as empresas investigadas. Em duas delas foram identificados desvios com a adulteração de medidores”, contou o delegado-adjunto da DFR, Emmanoel David.

Segundo informações apuradas pela polícia, no primeiro local, os técnicos apontaram um desvio de R$ 360 mil. Já no segundo estabelecimento, as irregularidades chegaram há cerca de R$ 250 mil, totalizando em torno de R$ 610 mil de desvio aos cofres públicos.

As empresas investigadas ficavam próximas. Durante a prisão os suspeitos não esboçaram reação e preferiram permanecer em silêncio e falar somente em juízo.

Ambos foram presos pelo crime de furto mediante fraude. Os suspeitos permanecem presos à disposição do Poder Judiciário.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Close