DestaqueFazenda Rio GrandeMandiritubaSão José do PinhaisVideos

Dez envolvidos com quadrilha de assalto a ônibus são presos por PRF e PM

Os mandados foram realizados após operação que uniu mais de cem policiais entre São José dos Pinhais e Mandirituba

 Operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar (PM) cumpre dez mandados de prisão contra integrantes de quadrilha especializada em assaltos a ônibus de turismo. O trabalho foi realizado nesta quinta-feira (16) e apreendeu ainda duas espingardas, um revólver, um pé e buchas de maconha.

Segundo dados da polícia, a quadrilha realizou ao menos quatro assaltos no Paraná, nos últimos quatro meses. Entre os alvos dos mandados de prisão está uma mulher, envolvida ainda com tráfico de drogas e corrupção de menor. Segundo o delegado de Fazenda Rio Grande, Dr. Fábio Machado, ela tinha um pé de maconha em sua residência e era conivente com o envolvimento do filho, menor de idade.

Outro detido, Felipe Mateus Aparecido Machado, 23 anos, é filho do vereador Tadeu do Queimado (PV), de Mandirituba. Segundo a população local, ele que é conhecido como Pepe, já tinha mandado de prisão por envolvimento com a quadrilha e tráfico de drogas.

Ao todos foram 50 policiais rodoviários federais e 60 policiais militares envolvidos na operação que conta com mais 13 mandados de prisão. Os policiais estavam nas ruas da Região Metropolitana de Curitiba, desde a madrugada desta quinta-feira, para executar os mandados expedidos pela Vara Criminal de Campina Grande do Sul.

Os assaltos realizados pela quadrilha ocorreram nas BRs 116, 376 e 277, em trechos localizados nos municípios de Campina Grande do Sul, Quatro Barras, São José dos Pinhais e Palmeira. Em uma das ocorrências, integrantes da quadrilha trocaram tiros com policiais rodoviários federais. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de São José dos Pinhais, Campina Grande do Sul e Mandirituba.

Durante os assaltos, a quadrilha costumava agir com violência, efetuando disparos de arma de fogo para abordar os veículos em movimento e agredindo os passageiros. Em uma das ocorrências, os bandidos ameaçaram cortar o dedo de uma passageira. A maioria das vítimas dos assaltos eram passageiros que fariam compras no Paraguai ou em São Paulo (SP).

Por:  Dayanne Wozhiak

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...