Agudos do SulAgudos do SulAgudos do SulCidadesDestaqueEspecialPolíticaÚltimas NotíciasVideos

Com a falta de serviços prestados pela prefeitura de Agudos do Sul, moradores e vereadores fazem manutenção de estradas rurais por conta própria

Moradores de Agudos do Sul e vereadores estão realizando melhorias nas estradas rurais do interior por conta própria. Muitas reclamações já foram feitas na prefeitura, que é a responsável por esse tipo de serviço, mas até então, nenhum resultado.

O morador Paulo, por exemplo, chegou a fazer cinco pedidos no executivo, mas não foi atendido. Por isso, um ex-secretário e representante do deputado Leopoldo Meyer, o Brauli, comprou saibro e levou até a residência dele, para ajudá-lo.

“Das cinco vezes que ele pediu, não foi atendido. Essa entrada aqui eu fiz na última gestão quando era secretário de obras. A prefeitura tem uma licitação de retroescavadeira. Então acho que tem que dar mais atenção ao pessoal das comunidades do interior que necessitam do serviço”, diz.

O vereador e presidente da casa, Jessé Zoellner, contou que eles foram procurados pelos moradores e que estão tentando ajudar, mesmo que não seja essa a função do vereador. Ele reconhece que existe muita dificuldade para se deslocar nas estradas, na situação em que estão, e que os moradores não têm condições de arcar com as despesas de manutenção.

“A gente fica numa situação complicada quando os produtores procuram a gente. Como é o caso das comunidades do interior que pedem serviço pra prefeitura e muitas vezes não acontece. Nós fazemos indicações, requerimentos na câmara e 90% das vezes nem respondidos somos. E é uma forma que a gente tem pra poder ajudar”, afirma Zoellner.

Segundo ele, esse é um serviço que a prefeitura poderia fazer, porque tem maquinário e material para isso. “Mas é gratificante porque a gente vê que tá podendo ajudar nossa população. Enquanto o pessoal tá trabalhando, colhendo fumo, estamos ajudando pra que eles possam fazer o trabalho deles”, aponta.

O vereador Cornélio Grosskopf também reclama que, na região onde ele mora, na Colônia Nova, o executivo não tem prestado muitos serviços. Ele diz ainda que quando não era vereador, conseguia muitos recursos para a região e agora, por ser oposição da gestão municipal, não tem sido escutado.

“Eu acho que ela quer fazer a parte dela, o nome dela. Mas é um mal entendido dela porque quem sofre é a população. Por isso eu falo pro povo que venha, marque presença, o que precisar a gente vai junto conversar. Quanto mais gente se reunir lá, botar mais pressão, é capaz deles começar a atender um pouquinho melhor o povo”, afirma o vereador.

Segundo ele, tem muitas estadas que a patrola não passou nenhuma vez. E que, infelizmente, o povo do interior não gosta de pedir. Se não é atendido na primeira vez, acaba resolvendo o problema sozinho, o que não deveria já que, lembra o vereador, impostos são pagos para esse tipo de serviço.

Por: Dayanne Wozhiak

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Loading...
Close