DestaqueEspecialGeralLapa

Força e relevância!

Proprietários de jornais enaltecem importância do evento

Muita coisa mudou nos hábitos de consumo de informação nas últimas décadas, mas uma coisa permanece inabalável: o jornal impresso mantém a posição dele como meio de informação mais confiável entre todas as mídias.

Mais que a TV, muito mais que a Internet, o impresso se mantém como um registro concreto dos fatos, um documento da notícia, algo que outros meios não alcançaram. Este assunto foi muito fomentado no Congresso da Adjori-PR, acontecido no município da Lapa, que reuniu empresários e jornalistas de veículos impressos do interior do Paraná.

Para os empresários, o jornal mantém a confiança que os leitores buscam, que é a informação.

Os associados da Adjori mantém um público de aproximadamente 2 milhões de leitores, que procuram os jornais notícias com credibilidade. “Toda sexta-feira, dia da circulação do nosso jornal O Repórter, as pessoas ficam aguardando a entrega.

Elas (pessoas) são essenciais para formar influenciadores de opinião, além do público em geral. A Internet não diminui a importância do impresso. Isso é mito. Ela inclusive potencializa, e muito, o alcance desse conteúdo, gerando milhares de novos leitores”, argumenta Pedro Evangelista, diretor deste Semanário.

No Congresso da Lapa, os palestrantes foram unânimes em afirmar que os jornais não vão desaparecer. “A mídia impressa não vai desaparecer, mas vai ter que aprender a conviver com o meio digital. Enquanto este é novo e avança a passos largos, o meio impresso tem que manter uma posição. A informação vem tanto por um quanto por outro”, diz Elizio Siqueira, presidente da referida Associação.

A realização do Congresso foi elogiada pelos mais de 60 proprietários e jornalistas. “Penso que aprendemos muito nestes eventos, pois existe a troca de experiências”, opina Pedro Evangelista, o Pedro Bala deste O Repórter.

Para o empresário Paulo Augusto Costa, do jornal Folha da Cidade, de Arapongas, o Congresso foi bastante importante.

“Nestes eventos conversamos com pessoas e as ideias afloram. Voltamos com a sensação de que podemos melhorar. Neste evento na Lapa, observei que os donos de jornais são verdadeiros guerreiros, pois nunca desistem de levar informações ao seu público. Voltamos de lá com muitas sugestões excelentes e, a certeza de que nosso Gazeta da Cidade vai continuar sendo uma fonte de informações com credibilidade. A jornalista e proprietária do jornal Expresso Notícias, com sede em Telêmaco Borba, Tatiana Leite Souza, tem a mesma opinião, afirmando que os Congressos são importantes para a troca de experiências.

“Assuntos de grandeza foram debatidos no encontro. Levamos ideias e trouxemos conceitos de como devemos ampliar nosso projeto, que além do jornal impresso, promove anualmente o prêmio “Top Of Mind”. Já trouxemos Caco Barcelos e no dia 6 de julho, a palestrante é Giuliana Morrone, apresentadora do Bom Dia Brasil, da Rede Globo.

Um empresário, dono de jornal, se mostrou interessadíssimo em fazer um trabalho parecido. Então, esta troca de informações é importante”, diz Tatiana, que trabalha com o esposo Valmir Loss. Ela disse que a palestra sobre eleições, que não foi desenvolvida por contratempos, deveria ser levada aos proprietários de jornais em forma de artigo. “Penso que o palestrante deveria apresentar um artigo sobre eleições, pois confesso ter muitas dúvidas em relação ao pleito”, finaliza Tatiana.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Skip to content