Destaque

Feiras literárias incentivam a leitura nas escolas municipais

thumbnail_feira-literaria-2 thumbnail_feira-literaria-3-lucas thumbnail_feira-literaria-4 thumbnail_feira-literaria-5 thumbnail_feira-literaria

Feiticeiros, bruxas, princesas e até o Harry Potter estiveram no baile literário promovido na Escola Municipal Professor Dario Persiano de Castro Vellozo, no CIC, nesta quinta-feira (27). Funcionários e 600 estudantes das turmas do ensino fundamental usaram fantasias e adereços de personagens de histórias infantis para a semana literária na escola. A programação termina nesta sexta-feira (28).

 

O tema para o baile foi inspirado nas narrativas do personagem Harry Potter. O refeitório foi decorado e transformado na Escola de Hogwarts, cenário das aventuras do bruxo que faz sucesso entre as crianças. Luís Eduardo Bagnon dos Santos, de 7 anos, aluno do 1º ano, caprichou na caracterização do bruxinho.

 

A programação foi elaborada para ampliar o repertório literário dos estudantes e estimular a produção de textos. A riqueza de detalhes das histórias infantis foi a principal ferramenta para criar encantamento nos alunos.

 

Outro exercício feito a partir da fantasia e imaginação foi a discussão de diferentes pontos de vista a partir do narrador da história. Ao longo de toda a semana, os estudantes puderam assistir a apresentações teatrais inspiradas em obras da literatura infantil, infanto-juvenil e de clássicos da literatura brasileira. “A semana literária tem como objetivo despertar nos alunos o gosto pela leitura, um hábito saudável na formação”, disse a diretora da escola, Aline Rita Zelinski da Silva.

 

Mais de 50 escolas da rede municipal de ensino já promoveram neste ano suas semanas literárias. Cada unidade organiza seu evento a partir de um tema definido coletivamente. São comuns a realização de exposições de trabalhos, contações de histórias, rodas de leitura, lançamentos de livros, conversas com escritores, saraus literários e a integração das diversas linguagens artísticas com a literatura.

 

“São momentos que ampliam o repertório cultural e literário dos participantes, estimulando o desenvolvimento de práticas inovadoras voltadas ao incentivo pela prática da leitura”, diz o gerente da Rede de Bibliotecas e Faróis da Secretaria Municipal da Educação, Paulo Henrique Machado.

 

Os meninos e meninas da Escola Municipal CEI Doutel de Andrade, no Boa Vista, também viajaram pelo mundo literário de uma forma divertida. Por lá, personagens de contos de fadas da Cinderela, Branca de Neve, Bela Adormecida, Bruxa, João e Maria envolveram as crianças. A recepção foi feita por profissionais da escola caracterizados, música e contação de histórias.

 

A pedagoga Vanira da Luz explica que essa foi uma prática desenvolvida para despertar o sonhar e a vontade de querer ser um personagem. “A contação de histórias, com a presença da bruxa, foi o momento mais aguardado. Isso revela o quanto é importante a gente levar a magia da literatura para a rotina dos pequenos”, disse Vanira.

 

Entre as atividades comuns nas programações das escolas durante as Feiras Literárias estão o café literário, apresentação de violão, cinema com pipoca, hora do conto, teatro, música, desfile de fantasias e visitação na casa de João e Maria.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...