DestaqueFazenda Rio Grande

Fazenda Rio Grande reforça área social com recursos para o Centro Pop e Acolhimento

As pessoas em situações de rua irão ganhar mais apoio em Fazenda Rio Grande. O município é um dos beneficiados pela adesão ao cofinanciamento e receberá repasses mensais do governo estadual para executar os serviços de Abordagem e para potencializar o atendimento no Acolhimento Institucional, já existente, a partir de abril. Fazenda Rio Grande receberá um aporte mensal de R$ 7,5 mil para implantação da Abordagem Social, além de outros R$ 3,2 mil que irão complementar os recursos federais já recebidos para o Acolhimento. O prefeito Marcio Wozniak assinou o termo na manhã de quinta-feira (23), em solenidade no Palácio das Araucárias, em Curitiba (PR), com o governador do Paraná, Beto Richa, a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, juntamente com o secretário de Assistência Social e Habitação, José Roberto Zanchi, da Diretora da pasta, Geiza Oliveira e Luciano Pena, técnico responsável pelo Centro Pop. O prefeito e presidente das Associações dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), Marcio Wozniack, destacou que esses recursos complementam outras ações do governo para essa população alvo. “Fazenda Rio Grande já conta com um Centro Pop e agora ampliamos esse convênio importante para manutenção desse equipamento na cidade. Várias pessoas em situação de vulnerabilidade são acolhidas todos os dias em nosso município e essa ajuda de custeio do governo do Paraná é muito importante para a continuidade de tão importante política pública”, afirmou. O secretário José Roberto Zanchi, elogiou a iniciativa do governo. “Destacamos a importância desse momento que reflete o empenho e a sensibilidade do governo, por meio da secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, em repassar esses recursos na área social e potencializar as ações que o município já vem desenvolvendo para as famílias e os indivíduos”, disse. O prazo limite para adesão encerra no dia 28 de abril. Os municípios habilitados foram selecionados segundo critérios do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas). Os recursos são do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas), repassados diretamente aos fundos municipais.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Loading...
Close