Convênio deve garantir melhorias no transporte metropolitano

A ligação por transporte coletivo entre Fazenda Rio Grande e Curitiba deve melhorar nos próximos dias. Foi assinado na segunda-feira (30), no Palácio Iguaçu, em Curitiba (PR), um convênio entre a Prefeitura de Curitiba e o governo do estado, que prevê obras e envolvem a Urbs (Urbanização de Curitiba S/A), responsável pelos projetos e a Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), que fará as obras.

O prefeito em exercício de Fazenda Rio Grande, Silvestre Savitzki, disse que essas obras visam a melhoria da qualidade do transporte metropolitano. “Temos reivindicado sempre obras de mobilidade e de transporte que possam garantir essa qualidade que a população merece”, analisou.

Para o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, as obras aproximam mais a capital da RMC. “Isso se soma ao nosso trabalho para melhorar as ligações da capital com nossos municípios vizinhos como o acesso a Fazendo Rio Grande pela Linha Verde Norte, obra que começa no próximo dia 6 “, disse.

Outra obra prevista no convênio é a ampliação da estação-tubo Carlos Gomes, que fica na rua Lourenço Pinto, no Centro de Curitiba. A estação atende passageiros da linha metropolitana Fazenda Rio Grande.

A estação ficará com três portas, permitindo que os ônibus articulados possam fazer embarques e desembarques por todas as portas. “Hoje, em função da limitação da estação, os passageiros contam com apenas duas portas para entrar e sair dos ônibus”, disse o presidente da Comec, Omar Akel Sobrinho.

O pacote de investimentos do governo do estado conta ainda com reforma de terminais em municípios da RMC, implantação de 346 abrigos de ônibus em 18 municípios e outras ações.

Além do prefeito de Curitiba e do governador Beto Richa, participaram do evento os vereadores de Fazenda Rio Grande, Policial Batista e Rafael Campaner, os deputados federais Luciano Ducci, Fernando Francischini, os deputados estaduais Francisco Buhrer, Alexandre Curi, Stephanes Júnor, secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega, o presidente da Comec, Omar Akel e o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto.