Agudos do SulDestaqueGeral

Conselho tutelar se defende após denúncias feitas na Câmara Legislativa de Agudos do Sul

Da redação

O vereador de Agudos do Sul, José Pires de Oliveira, o popular Zezo Pires, terá que apresentar provas contra os conselheiros tutelares Gersom e Rosicleia, que foram denunciados pelo parlamentar pelo uso indevido do carro que serve o Conselho Tutelar do município. Segundo o edil, Gersom usa o carro para levar o filho na escola e Rosicleia de ter ido a um shopping de Curitiba. Diante da gravidade das acusações, os dois conselheiros estiveram na última segunda-feira na Câmara de Vereadores para se defender. “O senhor disse que eu levo meu filho na escola, quando eu tenho duas filhas que são transportadas em nosso carro particular”, se defende Gersom, que pede provas de parte do vereador. “Falar é fácil e quero provas do que o senhor está falando. Isso é crime, é difamação, então peço que apresente provas”, se defende o conselheiro. Rosicleia, que foi denunciada de ter usado o carro para ir a um shopping de Curitiba, disse que estacionou nas proximidades do centro comercial, mas para ir à Receita Federal para tratar de uns documentos de uma moradora. “Fiquei estacionado ao lado do shopping entre 6 e 10 horas e não entrei no shopping. Não é verdade o que o senhor fala e estou tranquila”, resumiu a conselheira, que igualmente solicita provas.

A presidente do Conselho Tutelar de Agudos do Sul, Eva Tumiski, também usou a tribuna em defesa de Gersom e Rosicleia. “O senhor vereador Zezo, deveria conhecer mais de perto o nosso trabalho, nos ajudar, pois temos muitas dificuldades e trabalhamos 24 horas. A Rocicleia foi até a Receita levar uma senhora que tem um filho abrigado e esta função deveria ser da Assistência Social, mas esta secretaria não tinha condições de leva-la para acertar alguns documentos. Somos um colegiado e estamos prontos para servir a comunidade. Quero que saiba senhor vereador, que o Conselho não existe para apartar brigas de jovens, pois este é um trabalho da polícia. Saímos de madrugada para cuidar de menores envolvidos em várias situações e saímos desprotegidos, sem colete a prova de bala. Inclusive, depois de saber da reclamação do vereador, sugeri a cada conselheiro que chame o vereador Zezo nas madrugadas frias, quando são chamados para emergências. O nobre parlamentar me chama de autoritária, mas em quase sete anos de atuação, o Conselho já fez mais de 1.700 atendimentos. Então temos um trabalho de resultados, pois já atendi menores de famílias de todas as condições sociais. Nosso conselho é atuante e o Ministério Público, que nos fiscaliza, sabe de tudo o que acontece em Agudos do Sul. Estamos aqui esclarecendo as dúvidas em respeito a população, que conhece nosso trabalho, nossa função. Cada membro trabalha 24 horas e as vezes fica sem almoço ou sem o jantar. Então eu desafio o senhor vereador que apresente as provas denunciadas nesta casa de leis e as leve ao Ministério Público. Peço a cada vereador que cuide das nossas crianças e estamos a disposição para quaisquer dúvidas. Defendo abertamente cada conselheiro e sei da idoneidade de cada um e por favor vereador Zezo, apresente as provas contra o Gersom e a Rosicleia”, finaliza Eva Tumiski.

 

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Verifique também

Close
Skip to content