BrasilDestaqueGeral

Comissão Especial aprova texto básico da Reforma da Previdência

36 parlamentares da Comissão Especial da Câmara dos Deputados, entre eles, o líder do Pros, deputado federal Toninho Wandscheer, aprovaram, nesta quinta-feira (4), o texto-base da Reforma da Previdência. Outros 13 membros da comissão votaram contra.
O parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) foi aprovado por 48 votos a 18. Agora, o texto segue para discussão e votação no plenário da Câmara.

Confira voto na íntegra do deputado Toninho Wandscheer na Comissão:

“Sr. Presidente, eu quero parabenizar o Relator. Dentro daquilo que foi acordado, conversado, dialogado, nós conseguimos tirar do relatório a aposentadoria rural , a questão do BPC, que traria sem dúvida alguma um prejuízo muito grande ao povo brasileiro, e a capitalização — e o PROS sempre se colocou contrário a esses temas. Quanto à desconstitucionalização, também foi levado em consideração aquilo que o PROS solicitou. Então, hoje nós entendemos que o texto está pronto para ser votado.
Eu quero lembrar que aqueles que estão desempregados no Brasil — e são mais de 13 milhões de brasileiros — não estão preocupados com a aposentadoria. Eles estão preocupados em saber quando vão começar a trabalhar. Nós temos que fazer algo para que essas pessoas consigam os empregos necessários para, com dignidade, levar o pão de cada dia para a sua casa. Isso é muito importante pensarmos.
Eu venho de uma geração — e já tenho uma idade boa — que sabe que trabalhar não faz mal, porque trabalhar é algo digno. Trabalhar por mais 5 anos, que é o que nós estamos propondo para a maioria dos setores na reforma da Previdência, vai ajudar àqueles que estão sem trabalho a voltar a trabalhar e a fazer com que suas famílias fiquem tão felizes como as famílias daqueles que querem se aposentar.
A maioria das pessoas que estão se aposentando — com 50, 55, 56, 58 anos — não param de trabalhar. Eles passam a trabalhar em outros setores, em outros lugares. E quem continua pagando essa aposentadoria é o cidadão brasileiro. Não dá para nós nos enganarmos. Isso é necessário, realmente. Hoje, a média de idade é maior do que era antigamente, e temos que levar isso em consideração. Não vamos pensar que é o Governo que paga a aposentadoria. Não, não é o Governo! Quem paga a aposentadoria é o cidadão que trabalha. Quanto menos gente trabalhando, mais problema teremos. Portanto, o PROS vota favoravelmente ao parecer, vota “sim”.
Quero parabenizar não só o Relator, mas o Presidente da Comissão, que tratou os trabalhos com tanta acuidade. Vejo a paciência que ele tem, o jeito de trabalhar. E quero lembrar também do nosso Presidente da Casa, Rodrigo Maia, que foi sem dúvida o grande capitão desse projeto. Parabéns ao nosso Presidente. Quando elegemos o Presidente Rodrigo Maia, nós sabíamos da condição de liderança que ele tinha para fazer com que projetos tão importantes como esse fossem votados. Temos agora também a reforma tributária. O Presidente já está fazendo com que essa reforma ande na nossa Casa.
Então, o PROS vota “sim, a favor do nosso Brasil, a favor dos brasileiros, a favor das famílias mais pobres, daquelas que mais necessitam. Vota “sim” a esse relatório, que, sem dúvida alguma, foi feito com muito carinho, com muito cuidado e vai resolver um grande problema. Não vai resolver todos os problemas do nosso Brasil, não! Mas é o início de uma nova era para o nosso País.
Muito obrigado”

Destaques
Após aprovação do parecer, a Comissão analisa destaques à PEC da Reforma.

Wandscheer relembrou que esteve presente na votação da Reforma Trabalhista. “Eu votei a favor porque eu confiava e tinha certeza de que seria melhor para o nosso País. Da mesma forma, vou votar reforma da Previdência. Nós, Deputados, não podemos vir aqui a esta Casa e ficar preocupados se vamos voltar daqui 4 anos. Não é essa a nossa missão. A nossa missão é fazer aquilo que é necessário para tirar o Brasil da situação em que está hoje”, finalizou.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Skip to content