CidadesDestaqueEspecialFazenda Rio GrandeFazenda Rio GrandeÚltimas Notícias

Centenária, a ponte do Umbará, que dividia Fazenda Rio Grande e Curitiba, passa a integrar o Parque Verde

A ponte do Umbará, que dividia Fazenda Rio Grande e Curitiba foi transportada para o Parque Verde. Centenária, a ponte ao estilo inglês tem histórias e mais histórias para contar e a ideia é justamente preservar essa cultura.

O transporte foi realizado pela prefeitura, por meio da secretaria de Obras, no último sábado (5). Empresas locais e de fora do município também colaboraram, cedendo máquinas e caminhões, além da Secretaria de Segurança e Faztrans, já que foram necessárias duas etapas de transporte.

“Era interessante trazer essa ponte porque ela estava ociosa lá. Ia acabar se desmanchando aos poucos e ia virar sucata no ferro velho”, conta o prefeito Marcio Wozhiak. Segundo ele, em breve, a ponte vai ter lugar de destaque em uma pista de caminhada no Parque.

A decisão importante fará com que esta e as próximas gerações conheçam mais a cultura da cidade. “Vai ser contada a história da fundação de Fazenda Rio Grande, formação dos primeiros imigrantes, dos pioneiros e o quanto foi importante essa ponte com os primeiros carroceiros, que puderam transportar, através do Rio Iguaçu, as suas cargas de lenha, as suas cargas de insumos, e fornecer para a grande Curitiba”, explica o prefeito.

Ele diz ainda que esta ponte foi instalada na era militar, assim como outras parecidas por todo o Brasil. Marcio lembra que passou por lá diversas vezes quando era criança, seja de caminhão, carro ou bicicleta.

A revitalização da ponte faz parte de diversos projetos culturais que acontecem na cidade. A secretaria de Cultura tem pedido, inclusive, que as pessoas colaborem com fotos e documentos de anos atrás, para lembrar a identidade fazendense. “Deixar essa marca e resgatar o quão bom é ser fazendense, acho que é muito importante. Esse orgulho de dizer ‘eu moro em Fazenda Rio Grande’”, comenta Wozniack.

Ele comenta ainda que, neste fim de semana, será realizado o circuito eslavo, e adianta uma novidade: áreas de lazer nos quatro cantos da cidade. Um dos focos da vez é instaurar uma rua gastronômica, onde bares poderão funcionar até mais tarde.

Por: Dayanne Wozhiak

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...
Close