DestaqueFazenda Rio Grande

CASIN reúne representantes da indústria local e outras autoridades para discutir demandas e ações em prol do desenvolvimento da classe

Quarta-feira (12) foi dia de apresentar as ações da Câmara Setorial das Indústrias (CASIN), para as indústrias de Fazenda Rio Grande, além de discutir as principais demandas do grupo. O almoço foi na sede da Associação Industrial e Comercial de Fazenda Rio Grande (Acinfaz) e contou com a presença de autoridades importantes, como o presidente da FIEP, Edson Campgnolo e ainda representantes de diversas empresas locais, como a Sumitomo e a Plastilit.
O coordenador da CASIN, Willian Shinoki disse, em seu discurso, que teve muitas dúvidas quanto à criação da câmara setorial, principalmente devido às diferenças entre as indústrias locais. Mas, então, percebeu que as empresas têm muito mais em comum do que em diferenças, principalmente no que se refere a demandas e objetivos. E, vendo isso, segundo ele, é possível entender que, ao invés de se enxergar como concorrentes, todos devem compartilhar uns com os outros, para se chegar a um desenvolvimento.
“Juntos podemos fazer mais, podemos olhar para o futuro e pensar tanto nas indústrias quanto na sociedade e em Fazenda Rio Grande”, comenta o coordenador. Ele lembrou ainda que o município tem muito potencial e a prova disso é o crescimento que vem tendo nos últimos anos.
O presidente da Acinfaz, Gastão Gonchrovski, concordou com essa afirmação, dizendo que o município vêm se fortalecendo graças à indústria e aproveitou para citar a crise que vem assolando país, lembrando que é preciso aproveitá-la para inovar. “Acredito que inovação, agora, é começar ou continuar”, afirma.
Outra autoridade que também citou a crise foi o presidente da FIEP, Edson Campagnolo. Ele disse que as empresas colaboram e muito com as cidades, garantindo recursos que podem ser investidos em prol da população, o que é muito benéfico diante do fato de que o poder público federal não consegue repassar toda a verba necessária para as prefeituras, segundo ele.
Aproveitando a deixa, o prefeito Márcio Wozniack falou dos ajustes que tem realizado para que a indústria, comércio e a população não tenham que pagar ainda mais impostos. “Não fomos nós que criamos a crise, mas nós que estamos pagando o preço”, lamenta, lembrando ainda que está investindo cada vez mais no setor de empreendedorismo, pois tem a intenção de que as pessoas se capacitem cada vez mais, para que os moradores e a prefeitura não precisem buscar produtos em outras cidades.
Segundo ele, somente 17% do que a Prefeitura compra, é obtido em Fazenda Rio Grande, o que tem que mudar. “E por ser do comércio, eu defendo a classe”, finaliza.

Sobre a CASIN

Foi no final do ano passado que a CASIN começou a se formar, após a ACINFAZ, por meio de sua Diretoria da Indústria, convidar os industriais para conhecer a dinâmica das câmaras setoriais. Como entidade representante da classe empresarial, a associação tem o interesse de aproximar as empresas, a fim de unir forças para auxiliar o setor em suas reivindicações e necessidades.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...