DestaqueFazenda Rio GrandeObras

Canteiro de obras: já no primeiro ano de mandato, gestão à frente de Fazenda Rio Grande executa melhorias por toda a região

Transformada em um canteiro de obras, Fazenda Rio Grande teve investimentos por toda parte em 2017. Este que foi o primeiro ano de mandato oficial da gestão à frente do executivo, foi considerado “um marco” na história fazendense, é o que diz o secretário de Obras e Meio Ambiente, Marcelo Pelanda.

“Além de termos feito muitas novas obras, ainda tivemos um ano de retorno com relação a parques, revitalizações, algumas obras que já eram do anseio da população em termos de tempo. Reerguemos nosso maquinário. Tudo está funcionando”, apontou Pelanda.

O prefeito Marcio Wozniack, que deixou a prefeitura na última sexta-feira (15) para visitar o comércio local e ver como estão as obras pela cidade, falou do novo projeto que poderia melhorar a estrutura de saúde municipal.
A proposta, entregue ao governo federal, tem tramitado bem, segundo ele.

“Queremos transformar nosso antigo PA na UPA de Fazenda Rio Grande. O espaço está sendo ampliado e melhorado, com instalações novas. Isso tudo anexo ao Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida. Traríamos para esse conglomerado de saúde, os nossos 24h, para atender tanto urgências e emergências, quanto talvez internamentos na nossa maternidade, para aquelas pessoas que aguardam vagas na UTI dos hospitais de referência”, destacou Wozniack.

Projeto esse que, segundo ele, traria maior qualidade de atendimento e otimização de recursos como segurança, logística e mobilidade. Além disso, o acesso será melhor, já que até mesmo as calçadas próximas ao conglomerado de saúde foram reformadas.

Asfaltos e calçamentos

De acordo com a secretaria de obras, ao todo, 21 ruas foram asfaltadas em 2017. Entre elas, trechos importantes, cuja pavimentação já era esperada pela população. As avenidas Nossa Senhora Aparecida e Mato Grosso, assim como a Rio Xingu, que dá acesso ao Jockey Club, estão entre elas.

Outro trecho importante, é o que liga Fazenda Rio Grande a São José dos Pinhais, e que já está previsto na secretaria, assim como a ligação do jardim Gralha Azul com o Veneza.

“Também tivemos a pavimentação da Francisco Ferreira da Cruz e a revitalização das calçadas na área central, que vamos avançar ainda em algumas questões. Mas a parte mais difícil está sendo entregue ao cidadão, e dentro do prazo”, disse o secretário.

De acordo com o prefeito, além de mobilidade e segurança para a população, o comércio também ganha com a revitalização. “As obras na Francisco Claudino dos Santos foram feitas por parceria público-privada. É uma calçada que ficou muito bonita, bem na área central do município. E uma rua comercial muito forte, com comércios novos surgindo”, disse.

O processo do calçamento é também foco da gestão. Segundo o prefeito, muitas das ruas tiveram as calçadas feitas pelos próprios moradores, sem especificações. “Nós estamos padronizando agora, principalmente essas ruas centrais que têm bastante fluxo de pessoas a pé”, comentou o prefeito. A primeira revitalização nesse sentido foi próxima ao Hospital.

Saúde

Já no início do ano, segundo Pelanda, o executivo entregou a Unidade de Saúde Pioneiros, com uma estrutura inovadora e de boa qualidade. Além desta, outras três unidades estão em obras pela cidade.

Outro projeto importante é a reforma do Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida. Com prazo de entrega para março/abril de 2018, o hospital recebeu na última sexta-feira (15), novos equipamentos para complementar a estrutura que é de melhor qualidade.

“Vários tratamentos médicos serão realizados nesse hospital e eu vim acompanhar a entrega desses equipamentos que estão chegando. Fazenda Rio Grande está desenhando um planejamento muito grande na área de saúde”, comentou o prefeito Marcio Wozniack.

Ele ainda falou da UPA, que é de responsabilidade do governo federal, mas que é custeada em 85% com recursos municipais, gerando uma grande despesa ao município. Para tentar minimizar os custos, a prefeitura apresentou ao governo a proposta de anexar a UPA ao Hospital que está em reforma.

Lazer

Uma revitalização que tem agradado aos fazendenses, é a do Parque Verde. Já aberto ao público, mas com mais melhorias previstas, o Parque Verde representa um lazer garantido à população. A ideia do executivo, quanto essa reforma, não foi trazer coisas novas, mas, sim, manter as memórias do espaço, que tem histórias para contar desde a emancipação do município.

Se mantiveram, da mesma forma, a lanchonete, o trapiche, churrasqueiras, pista de caminhada, o lago, o bosque, parquinhos e canchas de esporte. Tudo com a mesma “cara”, mas em melhor estado para uso da população.
O Parque Multieventos também está recebendo uma revitalização, porém, a ideia foi de trazer um conceito mais moderno. “Nós queremos atrair o público, levar as famílias para o espaço. Pretendemos em breve acertar a questão da arena também. Já teremos que revitalizar, então estamos em tratativas com o CTG para colocar uma arena multieventos, para poder fazer shows, por exemplo, e não ficar exclusivo para o rodeio”, apontou Pelanda.

Segundo ele, a ideia é montar um calendário anual, e organizar, mensalmente, eventos para serem realizados no espaço. Outras melhorias são com relação às churrasqueiras, o próprio barracão, a construção de uma nova cozinha, um novo portal e estacionamento.

As praças e academias ao ar livre também receberam melhorias, segundo ele. Em parte, pelo desgaste natural. Outro fator que marcou essa necessidade foi o vandalismo que, infelizmente, é frequente. “Esse cuidado a gente gostaria que a população tivesse. Algumas reformas foram necessárias por vandalismo”, afirmou.

Educação

Duas novas escolas municipais começaram a ser construídas em 2017. Uma delas é a Escola Municipal Valdineia dos Santos, no bairro Nações. Ainda no conjunto residencial Nita, a população foi contemplada com a Escola Municipal Rubiamara da Cruz Pacheco. A previsão é de que as duas sejam entregues já em fevereiro de 2018.

A prefeitura ainda executou a reforma e ampliação de 10 salas de aula na Escola Municipal Deputado Gabriel Sampaio. Obras previstas para 2018, assim como a construção de creches no Santa Terezinha e Jardim Europa.

Meio Ambiente

Rios e terrenos baldios foram limpos em larga escala, segundo o secretário Pelanda. “Tivemos, pelo meio ambiente, o desassoreamento dos rios. Foi um ano de muita notificação para limpeza de terrenos baldios limpeza. Teve bastante empenho nesse sentido”, comentou.

Outra conquista foi a regularização do fundo municipal de Meio Ambiente, que já está em decreto e tem movimentação em caixa. Os trabalhos do Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (Codema), segundo Pelanda, também foram retomados.

Cemitério

Após 25 anos desde que foi construído, o cemitério municipal também está sendo reformado e ampliado. Os novos 10 mil m² funcionam como um amplo estacionamento. A Capela mortuária também está sendo reformulada, a ideia é que possam ser realizados quatro sepultamentos simultâneos no espaço.
A sala de administração, a cozinha, banheiros e o portal de entrada do cemitério também estão sendo revitalizados.

Veja aqui a nossa entrevista com o Prefeito Marcio Wosniack

Por: Dayanne Wozhiak

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...
Close